sábado, 31 de dezembro de 2011

Às portas

Então... desejo à você 
um ano novo muito feliz!
Que tenhas saúde, paz, alegria, muita fé e força de vontade,
esperança, garra, amor e compreensão.
Deixe o ano de 2011 entrar para o passado. Recordar? Só coisas boas.
Deixe as coisas ruins evidenciar o aprendizado e viva melhor.
E... nunca se esqueça: Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do SenhorPv 19:21

Adeus ano velho! Bem vindo 
2012!

domingo, 25 de dezembro de 2011

De olho no rugby

Venho observando de muito longe o rugby. É um esporte violento aos meus olhos e bastante complexo. Porém não é o jogo em si que me chama tanto a atenção, mas um episódio que acontece antes das partidas quando a equipe da Nova Zelândia entra em cena. Os All-Blacks são conhecidos por sua agressividade, espírito guerreiro e claro, pela dança exibida antes das partidas diante dos oponentes; o “Haka”.
Trata-se de uma tradição dos maoris, antigos habitantes das ilhas neozelandesas, que foi incorporada no esporte por traduzir paixão, vigor e identidade. Dá-se aos berros e gestos frenéticos com a intenção de inibir os adversários, exibir força e determinação. Puxada pelo mais velho da equipe e repetido pelos demais componentes o Haka é um autentico grito de guerra.
Percebi que a dança dos All-Blacks podem mesmo inibir uma equipe adversária desencorajar alguns bons competidores e tornar a vitória mais fácil. Porém, outras equipes os vencem ignorando completamente o Haka. Encaram o desafio pela confiança, força, determinação e competência. Não é a ferocidade do adversário e sua exibição de poder que torna a derrota uma impossibilidade.
Sabe, muitas vezes nos deparamos com uma diversidade de Haka.
São desafios da vida bem ali a nossa frente exibindo toda sua força e agressividade. 
Querem inibir nossa coragem, frear nossa determinação e estão sempre apontando o lado negro das oportunidades.
Assim como no esporte, a vida é muito curta para se deixar levar pela inibição. 
O cronômetro não para e as oportunidades são únicas.
Quem vencerá?

Porto Alegre - RS sai na frente!

Meu palpite...
E a solução apresentada:

clique aqui para ler a matéria

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O que você fez?

Como diria a música natalina.... Então é natal, e o que você fez?...
É um bom momento ao mesmo tempo assustador saber que já chegou o natal e daqui a pouco entraremos em um novo ano. Os dias passam rápidos e não há tempo a perder, saibamos aproveitá-los! Tenha um feliz natal e um ano novo no temor do Senhor!
Daphnne

sábado, 17 de dezembro de 2011

Não prometa se não pode cumprir

"Não devemos alimentar expectativas as quais não temos poder de satisfazer. É melhor ver a fumaça brilhando no meio do fogo do que o fogo se desvanecer na fumaça." Samuel Johnson

Frase retirada do livro "Ética é o melhor negócio" do autor John C. Maxwell e faz um importante alerta: se prometer é bom que cumpra, reforça o que o escritor de Eclesiastes já havia dito no cap.5 verso 4.
Nesse tempo de novas promessas para o ano novo tenha isso em mente.

Bom fim de semana!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Restituição

Uma grande rede de supermercados assusta os clientes quando num dia e horário que normalmente estaria aberto exibe uma faixa dizendo estar fechado para balanço.
Na verdade o cliente pode até se surpreender, mas acaba entendendo a situação afinal, esse procedimento é esperado.
Dezembro é um mês propício para balanços e não é situação restrita às organizações comerciais. Eu e você consciente ou não fazemos um “balanço” de nossas vidas.
Analisamos o ano corrente para pensar a respeito do ano seguinte. Não é assim? Ganhos e perdas passam por nossas mentes e são razões para fazermos planos futuros de curto e longo prazo.
Celebramos os ganhos e nos frustramos com as perdas e por impulso inerente ao ser humano desejamos recuperar o que perdemos.
Gosto de uma passagem descrita no livro de II Reis 8 que fala de restituição.
A mulher sunamita é a personagem da história e foi orientada a sair do país com sua família para outro lugar onde pudesse encontrar abrigo e sustento, uma vez que Deus enviaria fome. Com sua saída, perdeu casa e propriedades, e passado o tempo de peregrinação a mulher retornou a Israel e procurou o rei para ser restituída.
Geazi (o servo de Eliseu) estava conversando com o rei sobre os feitos do profeta e no momento que ele contava a respeito de como Eliseu ressuscitara o filho da sunamita ela chegou acompanhada de seu filho para apresentar sua petição. 
Veja que situação! O que ela precisou fazer para conseguir os ouvidos do rei? Apenas confirmar as palavras de Geazi.
O rei pediu que ela contasse o ocorrido e designou um funcionário para cuidar do caso dela. Ele ordenou que tudo que lhe pertencia fosse restituído, até mesmo a renda da colheita que ela deixara de ganhar durante o tempo de sua ausência.
A mulher não precisou fazer muito esforço para ter de volta o que lhe pertencia e isso impressiona. É bom conseguir favor diante do rei, não é mesmo?
Mas, essa mulher havia construído uma história de fé e aprendido a ouvir a voz de Deus e estava orientada por Ele. Ela havia abrigado o profeta. Em confiança à palavra deixou o país e também em confiança retornou. Deus estava naquele negócio.
Por que Geazi estava conversando com o rei naquele momento? Acaso? Suponho que não. 
Por que o assunto girava em torno dela e de seu filho no momento de sua chegada? Mais um acaso? Duvido.
Ali estava um cenário preparado por Deus para restituição.
Eu creio que podemos viver essa experiência também - sermos ressarcidos.
Pode ser que Deus tenha escolhido dia, lugar, horário e cenário diferentes. Pode não ser da maneira como imaginamos. Deixe-O cuidar disso e esteja pronto para confirmar a história...
Ainda não terminou o ano. Não se canse de esperar. Renove suas forças e alegre-se na esperança. Continue crendo em Deus e depositando nele total confiança. Restituição é também coisa que ele pode fazer!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Contexto

"Se você explica o porquê de algo e a razão por trás disso, não apenas ajuda os outros a entenderem o propósito, mas também permite que concordem com sua visão e participem dela. Então, vocês poderão trabalhar juntos!" C.Hannan

Hein?

"O que você é fala tão alto que não consigo ouvir o que você diz." Ralph Waldo Emerson

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Retrospectiva

Retrospectiva de leitura...

1° - Faça o Hoje Valer a Pena - John C. Maxwell
2° - Pai Rico, Pai Pobre de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
3° - Ética É O Melhor Negócio de John C. Maxwell
4° - Da Cisterna Ao Palácio – Eleonardo Ribas
5° - Correndo com os gigantes – John C. Maxwell
6° - O mapa do seu sucesso – John C. Maxwell
7° - Invictus – John Carlin
8° - Moldado por Deus – Max Lucado
9° - Derrubando Golias – Max Lucado
10° - O único sobrevivente - Marcus Luttrell e Patrick Robinson
11° - Ele escolheu os cravos – Max Lucado
12° - Crônicas reflexivas – Daphnne R. S. (tudo bem que este é de minha autoria, mas li e reli muitas vezes esse livro este ano kkkk)
13° - O clamor de Mordecai – Stearns
14° - Dias melhores virão – Max Lucado
15° - Um coração igual ao de Jesus – Max Lucado

Meta alcançada - Leitura de dezembro


A impressão que tive com esse livro foi a de ler textos inspirados na coleção “Análise da Inteligência de Cristo” do médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor brasileiro Augusto Cury.  
Ele faz uma análise comportamental sobre Jesus e convida o leitor a seguir os passos do mestre.
É interessante como olhar para Cristo como modelo (o que deveríamos fazer o tempo todo) nos coloca contra a parede!
Que Deus nos ajude a ser igual a ele...
Com certeza vale a leitura. É um livro curto, a leitura agradável e como gosto de dizer... Max Lucado é um bom contador de histórias.
Ele sabe abrir passagem para a mensagem que quer transmitir - bom comunicador.

domingo, 4 de dezembro de 2011

de um bom comunicador...

"Todas as grandes coisas são simples, e muitas podem ser expressas com uma única palavra: liberdade, justiça, honra, dever, misericórdia, esperança" e "falando de forma ampla, as palavras mais curtas são as melhores, e as antigas, as melhores de todas." Winston Churchill

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Francamente!

Ester, ester! Como gostaria de convidá-la para uma conversa!
Algo do tipo "chá para mulheres". Um bate-papo onde você teria a palavra.
Gostaria que além de bons modos e cuidados com a beleza, ensinasse nossas jovens a se valorizarem. Sua humildade, ousadia, sabedoria e estratégias, temor a Deus e amor ao seu povo são exemplos de uma grande mulher.
Ter sido órfã não lhe atrapalhou na formação de um bom caráter e nem o ser criada por um homem lhe roubou a feminilidade.
No palácio não lançou fora sua identidade mesmo podendo viver uma novidade de vida.
Ao ser confrontada com uma terrível notícia reconsiderou os conselhos de seu tio e fez o que seu coração em temor lhe direcionou a fazer. 
Seria bom ter você conosco para um bate-papo!
Talvez fosse difícil conquistar a atenção de nossa juventude. As coisas mudaram...
Certamente algumas mulheres prefeririam uma vídeo conferência a tê-la conosco pessoalmente.
É... infelizmente o mundo virtual distancia as pessoas de relacionamentos presenciais, acoberta a transparência na comunicação interpessoal.
Mas, acredito que alguém a ouvindo consideraria suas palavras, afinal em meio a tantos, sempre existirão os que fazem a diferença, não é?
Você é exemplo disso.
Sempre existirão aqueles que não se submetem ao padrão normal da sociedade negociando seu valor.
Sempre existirá uma Ester, Rute, Maria, José...
Mas, tudo bem. Um dia nos veremos na eternidade e teremos tempo para conversar.
...Repouso a bíblia na cabeceira e olho-me no espelho.
Nenhuma semelhança com a realeza, nem traços judaicos, nem muita delicadeza. 
Apenas uma pessoa qualquer em tempos modernos tentando viver o momento. Felizarda. Uma família abençoada por Deus. Ensinada no temor do Senhor. 
Enfrentando a era de novos Hamãs...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Esboço

"A questão é entender a mim mesmo, enxergar o que Deus realmente quer que eu faça... encontrar a idéia pela qual eu possa viver e morrer." SØren Kierkegaard

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Leitura do mês

De agosto a outubro vi minha meta de leitura do mês concorrendo com o processo de publicação do meu primeiro livro. Apesar disso cumpri meu objetivo. Ainda que não seja um grande feito, posso dizer que realizei algo que propus para este ano e isso me traz satisfação.
E você? Tem resultados dos planejamentos para este ano?
Você pôde ler nas postagens anteriores as dicas de leitura referente a esses meses e aqui estão os dois livros que li neste mês:

Dias melhores virão – Max Lucado
(me surpreendi por ter lido mais livros desse autor do que de John Maxwell neste ano.)
Nesse livro o autor tenta responder aquelas perguntas chave que sempre aparecem nas horas impróprias da vida. Perguntas que nos deixam sem respostas imediatas, mas que sempre foram simples de responder da perspectiva divina. Deus sempre esteve está e estará no controle ainda que aos nossos olhos limitados ele deixe algo a desejar. Dias melhores virão é um livro que aponta para um caminho de esperança e fé. Vale a leitura.

O clamor de Mordecai – Robert Stearns
Nesse livro o autor faz uma análise da história de Ester e compara a situação do povo judeu daquela época com a atual situação dos judeus e cristãos pelo mundo afora.
Um livro muito interessante. Tem como objetivo alertar a igreja para que saia do comodismo moderno a favor das nações que sofrem perseguições.
O livro passaria despercebido por qualquer que não demonstra um interesse especial pela história judaica, porém é uma ótima opção de leitura para os apaixonados por essa nação tão especial. (obrigada Sabrina e Lucas pelo presente!)

Então é isso caro leitor.
Chego ao penúltimo mês de 2011 tendo batido minha meta de leitura para este ano (mas não paro por aqui) e alem disso... Com meu primeiro livro publicado.
Já adquiriu o seu exemplar? Envie-me um e-mail e peça o seu. O valor do livro é R$20,00.
Boa leitura!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Contos modernos


No inicio do ano questionei a um grupo de jovens: “- Quem é você?”
Obviamente essa pergunta não é do tipo que se obtém uma resposta rápida.
Aproximando o final do ano julgo que ainda muitos daquele grupo não conseguiram responder a minha indagação.
Infelizmente o mundo virtual nos deixou ainda mais distantes de quem somos de fato.
Muitos jovens preenchem perfis na internet constantemente e neles existem várias questões de múltiplas escolhas sobre personalidade e outros temas.
Não é necessário pensar para responder, muito menos a veracidade das informações serão verificadas.
No antigo conto de fadas a personagem perguntava-se diante de um espelho: - Espelho, espelho meu... há alguém mais bela do que eu? (Pergunta de quem está segura de sua estima...)
Porém no mundo virtual cujos jovens são maioria, as perguntas que se fazem são outras.
Como preencher o meu perfil? O que vou dizer que sou? Qual será a minha aparência aqui? Qual idade vou dizer que tenho? Qual a atividade que chamará a atenção? Qual foto “photoshopada” dá noção meu melhor ângulo?
Um conto moderno em que muitos perdem suas identidades. Não conseguem se descrever. Não amadurecem. Não têm opiniões próprias...
Quem é você?
Felizmente não é regra. Alguns percebem esse dualismo de mundos e conseguem se desvincular da virtualidade e responder a pergunta de maneira que chegam ao amadurecimento, realizam grandes feitos e projetam com inteligência o futuro. Espero que você seja um destes.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sonho compartilhado - Sonhadores agregados

Quando olhamos para Brasília seja por fotos ou “in loco” contemplamos a realização de um sonho. Aprecio principalmente o chamado Plano Piloto. O planejamento e mobiliários urbanos, edificações muito bem elaboradas e executadas, jardins e outras particularidades do Distrito Federal são impressionantes aos meus olhos. Verdadeira vitrine através da qual podemos ver o sonho que por tanto tempo habitou na mente e coração de um homem chamado Juscelino Kubitschek.
Tenho pensado e compartilhado muito sobre esse homem especificamente sobre o seu sonho que se tornou também de uma nação. Ele não foi o primeiro homem a contagiar outros com o desejo de seu coração. Poderia citar alguns exemplos aqui, porém vou ater-me a ele por ter sido um brasileiro (um mineiro – uau! Tenho que interromper aqui para dizer que Minas tem sido um celeiro de grandes personalidades e isso é uma honra para mim. Um exemplo tão claro que eu posso fazer diferença no âmbito social, político e econômico e se pode ser assim nesses termos, também pode ser no âmbito espiritual. Você também pode. Qualquer um de nós pode. Independente de naturalidade ou raça... )
Juscelino pôs em prática o que a constituição brasileira previa há tanto tempo. Algo que ninguém havia tomado a iniciativa de fazer e nem arriscado, ele apregoou que faria. Num discurso político foi desafiado a atender essa previsão da constituição e afirmou que A Capital da União seria transferida para o planalto central do país.
Foram agregados muitos profissionais nessa grande obra; dois  deles conseguimos citar de cor – Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. Se eles não tivessem sonhado junto com JK talvez esse projeto de lei teria sido novamente adiado e possivelmente ainda esperaríamos por um Distrito Federal.
Os candangos (mais de 30 mil operários que trabalharam ativamente nesse projeto) foram os primeiros a serem contagiados por JK e seu sonho. Acreditaram que daquele grande projeto poderia vir outras realizações.
Brasília nasceu para abrigar sonhos de uma nação inteira. Sonho de casa própria, de melhoria na qualidade de vida, de desenvolvimento econômico e político. Gente de todos os estados apostou suas fichas porque um homem teve a atitude de colocar um sonho em ação.
“Todo ser humano é movido por sonho”, já dizia um escritor confirmando teorias da psicologia que estuda o comportamento da mente humana. Realização pessoal é uma necessidade básica do ser humano.
Portanto maior que Brasília, o Distrito Federal do Brasil, é o sonho de JK que foi compartilhado e que agregou sonhadores.
Não deixe adormecer os seus sonhos. Não mate os sonhos do seu próximo. Sejamos  semeadores de esperança, confiança e ousadia e realizemos grandes projetos que beneficiarão nossa nação.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

E assim foi...






Foi TUDO muito BOM! Graças a Deus!

domingo, 13 de novembro de 2011

É Hoje!

Meu aniversário hoje...
Muito feliz! 
(em breve fotos desse fim de semana muitooooo especial)

domingo, 6 de novembro de 2011

sábado, 5 de novembro de 2011

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Fim de semana no Paraná

Estive sábado passado em Paranaguá na igreja dirigida pelo pr. Adan Gabriel para presenciar o batismo do meu sobrinho mais velho, Jonathan. Foi um momento especial onde o grupo de jovens "Vencedores em Cristo" esteve comemorando quatro anos de trabalho com o tema “O fogo arderá continuamente sobre o altar do Senhor”. Parabéns jovens por esse trabalho dedicado ao Senhor!
Meu sobrinho e outros três jovens de Curitiba foram batizados pelo pr. Gerson. É isso aí “Linha de Frente”, Parabéns!


Domingo em Curitiba foi realizado o “Apostolic Day”. Evento onde o grupo de homens da igreja esteve reunido em um local e o grupo de mulheres em outro com o mesmo objetivo – confraternização com temas variados. Á noite todos se reuniram para uma celebração ao Senhor Jesus em família.
Na parte da manhã a missionária Heidi palestrou sobre o tema “Beleza Interior” e eu tive o privilégio de palestrar sobre o tema “Sonho – Necessidade Humana de Realização Pessoal”. 
Tenho estudado com afinco esse tema na tentativa de entender seus mistérios; escutado diversas mensagens e colocado no “papel” minhas reflexões sobre sonhos.
Já compartilhei meus sonhos com muitas pessoas e ouvi sobre os sonhos delas. Já realizei muitos sonhos e continuo sonhando. Já contemplei a realização de sonhos de muitas pessoas...
De maneira que estar com o grupo UMA (União de Mulheres Apostólicas) numa “conversa” sobre o assunto foi motivador. Acredito que Deus renovou sonhos, esperança e acendeu a chama da fé no coração daquelas mulheres e posso dizer isso porque começou por mim.
Obrigada Miriam, Michelle e missionária Heidi pela oportunidade!
À tarde houve um tempo de comunhão e diversão a começar pelo almoço onde houve premiação do melhor prato salgado e melhor sobremesa. Hummmm... aquilo foi muito bom!
Depois do almoço foram abordados outros assuntos voltados para mulheres com dinâmicas, palestras e workshops.
À noite todas as famílias da igreja se reuniram em um culto a Deus. Que bonito! 
Minha cunhada Lucimeire pregou uma mensagem voltada para essa instituição tão preciosa.
Parabéns pr. Gerson e Miriam e todos os irmãos da AIDB de Curitiba por esse belo trabalho!
Família, amo muito vocês!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

WB

"A coisa mais importante na vida é não capitalizar sobre os nossos ganhos. Qualquer idiota faz isso. A coisa realmente importante é tirar proveito de nossas perdas. Isso requer inteligência; e constitui a diferença entre um homem de juízo e um tolo." William Bolitho

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Quer ser favorecido?

"O acaso só favorece a mente preparada" Louis Pasteur (Inventor da pasteurização e da vacina anti-rábica)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Encontro Nacional de Jovens 2011...

...e Aniversário da AIDB - Uberlândia | Dias 
12
e
13
de 
Novembro
Você não pode perder!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Leitura do mês? Que tal um lançamento?

"Gratificação adiada"

"Gratificação adiada" significa estar disposto a recusar uma coisa boa agora para receber uma ainda melhor depois. George Foreman

domingo, 16 de outubro de 2011

"Madeira de Reflorestamento"

Uma empresa de sorvetes elaborou uma forma de comemoração dos seus anos de sucesso oferecendo uma promoção do palito premiado. Para se beneficiar o consumidor precisa comprar um picolé e ter a sorte de encontrar no palito a mensagem: “vale 1 picolé...”. Eu mesma tive a sorte de consumir 3 picolés cujos palitos traziam os dizeres da promoção. Cá pra nós, os picolés a mais, parecem adquirir sabor melhor quando são “de graça”, não é mesmo?
Após três picolés premiados veio o quarto e neste estava escrito: “madeira de reflorestamento” que naquele momento parecia perguntar: “Está achando que tudo é de graça?”.
Sabemos que a maioria dos fabricantes de sorvetes, mostrando-se preocupados com o desmatamento, imprime esta mensagem nos palitos identificando que a madeira utilizada é proveniente de um plantio de árvores de rápido crescimento que substitui uso de madeiras nativas.
Como era de se esperar, achei oportuna a reflexão.
Somos facilmente convidados a criar expectativas. E sempre jogamos alto. Esperamos facilmente pelo bom, pelo melhor e pelo mais fácil.
No entanto a vida nos reserva algumas mensagens como a de “madeira de reflorestamento” que alem de nos lembrar que é preciso preservar as “madeiras nativas”e cultivar para colher, também nos alerta que nem tudo vem de graça.
Pode ser que você esteja consumindo alguns picolés apenas para encontrar o vale brinde, talvez já tenha feito uma pilha de palitos e não tenha encontrado sequer uma mensagem satisfatória e nessa tentativa já se foi todo o seu dinheiro e o seu prazer.
Olhe para a mensagem que está diante dos seus olhos. Comece a plantar boas sementes, preserve os bons sentimentos, mude suas atitudes e seja mais feliz!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Aproveitando o gancho

Ano passado no congresso de jovens em Uberlândia tivemos ótimos pregadores ministrando a palavra de Deus aos nossos corações. Um deles foi o bispo John Lambeth - IAB de Esteio RS.
Numa de suas oportunidades, ele falou sobre o preço da liderança.
Tive a felicidade de estar com um bloco de notas para escrever a frase que citou: Tem gente que gosta de banquete, mas não gosta de lavar a louça.”
De fato essa tarefa não é agradável. Porém, é o “preço” do banquete; louças delicadas e sujas para serem lavadas cuidadosamente.
Você viu as fotos aí embaixo na postagem anterior?
Pois é, retratam a parte boa de uma cozinha - o alimento agradável aos olhos e paladar.
Não me ocupei em tirar fotos das pias cheias de utensílios sujos.
No entanto não há como separar uma coisa da outra. Atrás do alimento bonito e saboroso há um fogão, uma pia, louças, lixeiras e piso aguardando limpeza e higienização.
Exatamente como na frase do bispo, há pessoas que se deliciam com um banquete, mas na hora que termina o banquete se esquivam de lavar a louça. Isso não se aplica apenas numa cozinha.
Responsabilidade não tem um sabor doce como um chocolate belga. Talvez a semelhança seja mais com a ardência de uma pimenta. Desce queimando a garganta. Porém, faz parte do todo.
Então, aproveitando o gancho (da postagem anterior), deixo essa frase como reflexão.
Gosta de um bom alimento? É agradável aos olhos? É saboroso? Coma à vontade, mas não se esqueça do que te espera depois...

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Compartilhando

... fotos do curso de culinária e gastronomia para executivos - SENAC Uberlândia ...
 
... já estou com saudade hummmm!!

Coragem por Florence Nightigale

"Coragem é... a virtude universal de todos os que optam por fazer o que é certo, e não o que é oportuno.
É a prática comum de todos os que fazem o que deveriam fazer em momentos de conflito, crise e confusão."
Florence Nightingale

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Leitura do mês

Um tecnólogo gráfico perguntou minha opinião sobre o escritor Max Lucado ao que eu respondi: Eu o acho um bom contador de histórias.
Levei um bom tempo para explicar que minha resposta não tinha sido pejorativa. (não entendi a razão da desconfiança)
Em minha opinião, um bom comunicador é aquele que consegue abrir caminho para a mensagem que deseja transmitir e isso é o que analiso sobre este autor – expliquei.
Sempre apreciei essa forma de comunicação: contar histórias.
Meu pai utilizou (e ainda utiliza) desse artifício para me ensinar lições preciosas e aos meus irmãos e sobrinhos. Jesus também recorreu a parábolas para ensinar seus discípulos e seguidores.
Assim, mais uma vez pude ler um bom livro de Max Lucado e me deliciar com as histórias nele inseridas. Ele escolheu os cravos é o título da obra.
Numa narrativa bastante conhecida pelos cristãos o autor expõe suas observações sobre a crucificação de Jesus destacando a escolha de Cristo em se entregar, por amor, numa morte humilhante e sofrida por toda a humanidade.
Com minha leitura do mês concluída, deixo mais esta indicação.
Boa leitura!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Orfa - a outra

Alguns casais, quando precisam definir o convite de casamento, ficam na dúvida sobre qual versículo ou frase utilizar no cartão. Não que seja uma regra, mas...
Um dos versos preferidos para a ocasião encontra-se no livro de Rute.
Foram palavras dirigidas a Noemi e, cá entre nós, são lindas.
“... Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!” Rt 1:16
Gosto dessa passagem. O voto de Rute à sua sogra é extraordinário, sem dúvida.
Essa mulher foi honrada de uma maneira muito especial e não por acaso sua história ocupa um livro particular na bíblia sagrada.
Mas, Noemi teve duas noras. A outra foi Orfa. Mulher mencionada em poucas linhas da história. Era moabita.  Lembra-se de quem eram os moabitas?
Sim, Rute também era moabita, eu sei.
Noemi e sua família adoravam o Deus vivo de Israel e seus filhos certamente levaram suas esposas para dentro dessa fé.  Rute e Orfa tiveram contato com o Deus de Israel através do matrimônio.
Foram anos de casamento. Porém veio a morte e com ela a anulação da aliança.
Não havia nenhum outro remidor para elas. Noemi despediu suas noras deixando claro que ambas estavam livres para voltar para suas mães. As duas receberam a mesma liberdade.
A história diz que sentiram profunda comoção.
O que diferencia Rute de Orfa é o fato de que a primeira manteve uma aliança “extraconjugal”.
Soou estranho agora não é? Explico.
Rute ao fazer uma aliança com seu marido fez também aliança com o Deus de Israel.
Ela não abandonou seus deuses apenas para manter seu casamento, mas para sempre, uma vez que conheceu o verdadeiro Deus. 
A bíblia diz: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” Jo 8:32. 
Isso aconteceu com Rute, mas não aconteceu com Orfa.
Diante das palavras de Noemi, Orfa se emocionou; chorou. Mas, no próximo momento ela se despediu e voltou. Toda pessoa que volta, (desculpe-me a redundância) volta ao ponto de onde partiu.
Orfa saiu debaixo da benção de Deus e a narrativa da sua história termina aí.
Infelizmente assim como Orfa muitas pessoas têm voltado atrás depois de haverem feito aliança com o Deus vivo. Vêm-se cobertas de justificativas e explicações.
Apesar disso querem a continuidade da narrativa de suas histórias. Acham injusto serem mencionadas como “as outras”. Acreditam que também têm algo a acrescentar.
Mas, a história é feita de pessoas que não retrocedem. Isso é válido para qualquer área da vida. Busque os nomes de grandes personalidades. Certamente não serão encontrados listados no campo dos que voltaram.
Orfa foi a outra. Aquela que voltou. Aquela de quem não se fala mais...
Você não nasceu para ser igual a ela.
A frase do convite de casamento pode ser para você hoje uma grande oportunidade de mudar a sua história. Siga a Deus onde quer que vá. Deixe-o ser o seu Deus!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Desafio do tipo "pense rápido"

Muitas mensagens que mencionam Rebeca chamam a atenção para a disposição dessa mulher ao oferecer água para Eliézer e seus camelos.
Porém, há outro aspecto mais interessante na sua história.
Claro que sua disposição em atender o servo de Abraão junto ao poço é indescritível.
Acredito que, a menos que fosse tocada por Deus, nunca teria me enquadrado na prova que Eliézer pediu.
Mas, veja.
Rebeca estava vivendo um dia comum. Era sua tarefa buscar água no poço. Nada de anormal até aí. Oferecer água a um viajante era uma questão de gentileza. Nada fora do normal. Oferecer água aos camelos... Bom, essa parte é fora do normal, mas até aí tudo bem.
A coisa começa a mudar de aparência com a reação do viajante.
Ele prostrou-se em terra para adorar a Deus, ofereceu presentes e acompanhou Rebeca à sua casa.
Se você ler Gênesis cap. 24 acompanhará o desenrolar da história.
Eliézer revelou seu propósito. Precisava retornar para Abraão acompanhado de uma moça para Isaque. A “trama” foi apresentada à família de Rebeca. Sua mãe e irmão ficaram impressionados com a história, com a riqueza de detalhes e claro, com a vida farta oferecida à moça.
Eles pediram um tempo. Queriam ao menos 10 dias para despedir de Rebeca. Porém Eliézer tinha um propósito para cumprir e não podia esperar.
Chamaram Rebeca e jogaram a decisão na mão dela. Era ela quem deveria decidir se queria ir e... Ela quis.
Impressionante.
Vinte e quatro horas atrás Rebeca estava vivendo um dia comum, em sua casa, com sua família; vivendo de acordo com o curso natural, mas, agora... Tinha que tomar uma decisão. Mudar-se de sua cidade acompanhando um sujeito desconhecido para ser entregue como esposa a um moço que nunca vira. Tudo que ela sabia era de uma história contada por um viajante a quem ofereceu água junto ao poço.
Fé e coragem eram necessárias para agir. Um desafio do tipo “pense rápido”.
Ela topou e se deu bem.
Diante dessa história, estamos prontos para um desafio como este?
Estamos prontos para dizer “eu vou”, “eu farei”, “eu creio”, “eu aceito”?...
É mais fácil agir como a família de Rebeca, com ao menos 10 dias para pensar... Colocar no papel os pós e contras... Balancear os ganhos e as perdas...
Nem sempre teremos tempo para pensar. O melhor é estar em Deus hoje para seguir o caminho que ele nos propõe. (Je 6:16)
Tenha um bom fim de semana!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Mais uma...

Eu sei que não é convencional postar letras de músicas, mas, meu Deus! Como tenho pensado na letra dessa canção antiga...

Essa o André deve lembrar kkkkk

Meu tributo (Victorino Silva)

Como agradecer por tudo que fizeste a mim?
Não merecedor, mas provaste o Seu amor sem fim!
As vozes de um milhão de anjos
Não expressam a minha gratidão.
Tudo o que sou e o que almejo ser,
Eu devo tudo a Ti!
A Deus seja a glória, (3X)
Por tudo o que fez por mim.
Com Seu sangue lavou-me,
Seu poder levantou-me!
A Deus seja a glória,
Para sempre, amém.
Quero viver para Ti,
Tua vontade obedecer
E se o aplauso eu receber,
No calvário irei me gloriar

É tudo que quero nesse momento... Agradecer!

Retomando o Controle

"A menos que se assuma o controle deles, é provável que tanto o trabalho como o tempo livre resultem decepcionantes".  Mihaly Csikszentmihalyi

sábado, 17 de setembro de 2011

Hoje tem Festa!!

Em clima de aniversário...
18 / 09 >> Parabéns missionária Heidi (Curitiba - PR) e irmã Ivonete (Uberlândia - MG) 

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Vale da Benção

Esse nome é realmente intrigante ainda mais quando chegamos ao “Vale da Benção” (Acampamento localizado em Araçariguama – São Paulo).
Aliás, nem é preciso chegar lá para ficar intrigado!
Basta pensar nas escadas horripilantes daquele acampamento...
Porém, deixando para trás as escadas, há uma história interessante sobre o Vale da Benção ou Vale Beraca.
Esse fica próximo a Tecoa, ao sul de Judá. Situa-se na altura da estrada principal que liga Belém a Hebrom.
Foi palco de grande regozijo e de uma festa de ação de graças promovida pelo rei Josafá e seu povo, depois que os amonitas e moabitas foram derrotados pela intervenção direta e oportuna de Deus. (2 Cr 20.26)
Por essa perspectiva o Vale da Benção torna-se um lugar de muita estima, já que temos realizado lá vários encontros da igreja onde o mover de Deus foi real, ouvimos mensagens especiais debaixo da unção divina, renovação e transformações de vidas... E isso compensa todo esforço. Não é mesmo?

Mas, cá pra nós, quem ficou com saudade do lugar onde foi realizada a Convenção Nacional Comemorativa de 50 anos da Igreja?
Epa! Muitas mãos se levantaram agora hein?!

Fica aí essa curiosidade sobre o Valeeeee.

Referência: Buckland, A. R. – Dicionário bíblico universal – Editora Vida

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Fotos Encontro Apostólico de Fogo e Santidade

Você pode conferir fotos do encontro no endereço: http://aidb.com.br/bispoadan/ na última postagem do bispo Adan Alvear.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Setembro é o mês!

do blog daphnnereflexiva soprar velinhas! 
Foi em setembro de 2007 que finalmente comecei a lançar na rede minhas reflexões.
Agradeço a Deus pelo privilégio de poder compartilhar meus textos com tantas pessoas.
Ele é digno de receber louvor!


***


Neste fim de semana tivemos o Encontro Apostólico de Fogo e Santidade em São Paulo com o tema: Tocai a buzina em Sião. Que encontro maravilhoso!
Aos preletores (Bispo Adan, Rev. Jonathan Alvear, Pr. Claudio Nacarate e Bispo Robert Lambeth), muito obrigada por pregar a palavra com tanta inspiração, unção e ousadia!


***


Já estamos nos preparando para uma outra grande festa.
Congresso de Jovens e aniversário da igreja em Uberlândia no mês de Novembro. Será um grande evento mas acima disso uma congregação de santos na presença do Senhor. Um tempo de louvar ao Único Digno de receber honra, glória e louvor. Que venha novembro com muitas NOVIDADES!! 

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Será!?

Eu não sei o que você pensa de sonhos.
Na verdade alguns deles são perturbadores e nos fazem perder noites de sono.
Outros...
Bem, outros são como refrigério na noite.
Descanso para a alma e quanto a estes, ficamos pesarosos, quando despertados.
Fazia alguns dias que não ouvia uma música e na noite de sábado para domingo a ouvi durante um sonho. Que coisa mais linda!
Como é gostoso ouvir a melodia e receber o conforto da letra de uma canção durante o sono.

A Samaritana - Sérgio Lopes

Senhor, porque me pedes desta água?
A terra em que estás não te acolhe!
Não vês que entre nós há um abismo
Maior que um gande gesto de bondade?
Mulher, se tu soubesses quem te pede
Esquecerias toda tradição
Eu sou a fonte eterna de água viva
Sacio a sede que tu tens de Deus
A água que me pedes te refrescará
A água que te dou te iluminará
A água que me pedes vem da terra morta
A água que te dou jorra de Deus
Será que em Samaria ou Jerusalém
Alguém tem encontrado um trono para Deus?
Se a Deus buscares em espírito e verdade
Encontrarás Seu trono em teu coração

Conhece a música?
Conversando com a mulher samaritana Jesus respondeu: "Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna". (João 4)

Esta fonte continua jorrando e temos a oportunidade de beber dela.
Pode ser que você tenha esperado noites melhores, por sonos mais tranqüilizantes, por um raiar de dia esperançoso e nada disso você tem encontrado.
Mas, o que posso seguramente dizer é: A fonte não secou.
Aquela mulher quase deixou passar a sua oportunidade dando desculpas.
Mas, sabiamente se dispôs a beber da água viva que é Jesus.

Como diz a música...
Será que em Samaria ou Jerusalém, (onde você está) alguém (você) tem encontrado um trono para Deus? Se a Deus buscares em espírito e verdade, encontrarás Seu trono em teu coração