segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Não desvie a atenção!

O espetáculo circense estava muito aquém das expectativas. Os palhaços se esforçaram para arrancar risadas da plateia, o mestre de cerimônia tentava demonstrar empolgação, mas mesmo assim, até aquele momento nada de realmente divertido havia acontecido.
O próximo número prometia atender o anseio da plateia. Era a vez de o malabarista exibir sua arte. Posicionado no picadeiro, o artista começa seus malabarismos com bolas, círculos e claves.
Cada tentativa um erro. O semblante cansado e frustrado do malabarista ressaltava seu desconforto. O assistente de palco era quem mais se mostrava apático. Sua função era entregar mais bolas, círculos e claves ao malabarista tornando seu desafio ainda maior e mais empolgante.
No auge da apresentação o malabarista estende sua mão ao assistente para pegar mais claves. O que ele não esperava, no entanto era que seu ajudante estivesse com o pensamento muito distante.
Depois de alguns segundos sem resposta do assistente a plateia explodiu em riso. Algo realmente engraçado estava acontecendo no circo. Surpreso com a reação da plateia o assistente retornou de seus pensamentos absortos e pode comprovar de que ele era o motivo das gargalhadas. Envergonhado ele voltou-se para o malabarista e fez o que deveria ter feito.
Esta história mostra o quanto é fácil desviar a atenção daquilo que devemos fazer.
É muito mais fácil perder o foco do que se empenhar numa tarefa. 
É muito mais fácil parar do que continuar.
É muito mais fácil desistir do que enfrentar os desafios.
É muito mais fácil perder do que ganhar.
É muito mais fácil julgar do que compreender.
Porém coisas valiosas sempre serão mais difíceis de conquistar e sempre exigirão maior empenho, atenção e dedicação.
O que você procura, faz ou sonha tem valor? Então com certeza valerá o esforço. Não perca o foco, continue, enfrente os desafios, seja compreensível e conquiste!