terça-feira, 1 de setembro de 2015

Submissão?

Submissão/sujeição é algo bastante complexo, repulsivo para muitos. É preciso reconhecer a autoridade para estar disposto a obedecer. Não dá para aceitar o domínio de qualquer um. Concorda? 
Quando há o reconhecimento de autoridade a submissão se torna fácil e uma benção. Exemplo disto encontro no livro de II Reis capítulo 8:1-6
Neste capítulo o profeta Eliseu orienta uma mulher sunamita a sair de sua terra, juntamente com sua família, e procurar lugares para se refugiar por um período de sete anos, período que Deus mandaria fome sobre a terra. (Ela estaria disposta a abandonar sua casa, seus bens, seus familiares e amigos por uma orientação de Eliseu? Estaria pronta a obedecer?)
A mulher obedeceu. Posso lhe assegurar que não foi difícil. Minha afirmação se baseia no conhecimento que esta mulher tinha a respeito da autoridade de Eliseu.
Ela observava o profeta a tempo (2 Rs 4:8), o reconhecia como santo de Deus (2 Rs 4:9-10). Em acordo com seu esposo providenciou repouso para Eliseu em sua casa. O profeta havia profetizado que ela teria um filho e ela teve (2 Rs 4:16-17). Seu filho morreu e através da oração do profeta ele ressuscitou (2 Rs 4:18-36). Ela sabia quem era Eliseu, sabia que estava sujeito a Deus e, portanto sujeitar-se a ele não era coisa difícil.
E onde está a benção na vida desta mulher ao se submeter à palavra do profeta?
Esta no seu retorno para casa ao fim dos sete anos. Ela voltou para casa e precisava pedir ao rei a restituição de seus bens. Precisaria clamar por um favor muito grande. Como faria? Quais os argumentos ela precisaria apresentar? Que abandonou sua casa por orientação de um profeta? Que se sujeitou à autoridade de Eliseu?
Bem, o fato é que Deus já havia providenciado tudo.
Geasi, o moço do profeta estava diante do rei falando sobre os feitos de Eliseu. O rei se interessou em saber o que este profeta fazia e como Deus o atendia. Geasi contou a história da mulher sunamita, e enquanto ele estava falando, a mulher chegou para apresentar sua petição. 
Não foi difícil. O caminho estava aberto! 
Ela teve todos seus bens de volta e mais do que podia imaginar. (Ef. 3:20)
Submissão à autoridade... Uma benção para quem pode se dispor a obedecer.