segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Mais que palavras...

Esta mensagem escrevi faz alguns dias, mas gostaria de compartilhar com todos neste blog. Boa leitura.

Você tem conhecimento de todas as vezes que suas palavras alcançaram o coração daqueles que te ouviram?
Já se perguntou quantas vezes conseguiu por meio de palavras, aliviar a angústia de uma pessoa ou reavivar os sonhos naqueles que havia perdido as esperanças?
É comum esse questionamento em meu pensamento.
Sempre obtenho respostas de maneiras diferentes...
Recebi dias atrás um cartão virtual, nele destacavam-se palavras que lembravam uma mensagem que havia proferido em uma viagem para Catalão GO. Fiquei por alguns momentos tentando me lembrar desta viagem que havia feito e por conseqüência em que ocasião havia proferido aquelas palavras. Depois de muito pensar, me lembrei da ocasião e de alguns que estavam me ouvindo na platéia... muito tempo já se passou, mas aquelas palavras estão guardadas em um lugar privilegiado na memória daquela pessoa que escutou.
Acredito que minhas palavras não foram proferidas por simples vontade minha, mas alguém que conhece os seus e os meus pensamentos, Jesus Cristo, me orientou e conduziu-me para uma mensagem que fosse de encontro a um coração carente de ouvir muito mais que palavras humanas.
Assim, qualquer que se coloca nas mãos de Deus, especialista em alcançar o coração humano, será instrumento para edificação de vidas.
Houve na história, uma menina, que foi conduzida, presa, para Síria. Estando servindo a um senhor de muitos bens porém leproso, não ocultou sua reverência e adoração ao seu Deus. Antes, fez-se testemunha. Anunciou ao seu senhor que seu Deus poderia tira-lo daquela situação, curar o seu corpo e restituir-lhe sua alto-estima. Imediatamente Naamã deu crédito ás palavras da menina e pôs-se a caminho de Israel, teve um encontro com o profeta e através de sua obediência ás palavras do profeta, foi restituído de sua saúde e integridade!
É uma bela história. Retrata a disposição de uma criança em anunciar palavras de boas novas, mesmo que estava em uma situação de escravidão em uma terra distante, todavia seu coração estava livre e quieto em Deus e a sua confiança nEle que é verdadeiro não estava abalada!
Muitas vezes, podemos nos sentir em situações perturbadoras, de desconforto e incertezas, porém se o nosso coração está livre e nossa confiança inabalada podemos anunciar as obras do nosso Deus.
Asafe, o levita, relata no salmo 73 que esteve em situação terrível, chegou a ponto de quase se desviar. Lemos no verso 16 e 17 deste belíssimo salmo o que faz toda a diferença para nossa vida! Quando enfim percebeu que não conseguia entender todas as coisas, ele entrou onde eu e você devemos entrar, no santuário de Deus e aí, sua visão foi ampliada, e agora podia declarar que todo o seu bem estava em ter a Cristo e anunciar as suas obras.
Meu amigo, não se perturbe quando você não puder dar aos outros nenhum bem material, deixe que Deus lhe use como instrumento para anunciar as obras dEle. Assim você estará fazendo um grande bem.
Entre no santuário de Deus e terá a sua visão ampliada!
Tenha um bom dia e uma boa semana, na presença do Altíssimo!
Um grande abraço.