sexta-feira, 3 de maio de 2013

Tchau Curitiba e curitibanos!

Pois é... Passou mesmo!
Ontem foi meu último dia em Curitiba.
Foi estranho ver “meu” quarto desmontado...
Por um ano e pouco mais de dois meses estive em Curitiba com o status de moradora (risos).
Agradeço muito ao meu cunhado, irmã e sobrinhos que me receberam como membro da família, com carinho e muita disposição.
Agradeço muito o carinho dos irmãos e familiares de Curitiba.
Ontem alguns deles me fizeram uma surpresa. Conseguiram me fazer chorar, o que foi aquilo? Valeu mesmo!
Fernanda e Renata Lourenço, Nathália, Lucas Perini, irmã Simone, Rute, irmão Luis Santos, Fernanda e Renata Santos, Miriam, Jonathan, Nathanael, Lucas, papai e mamãe, foi bom aquele momento de oração de despedida...
Obrigada Nathália e demais LDF pelos presentes e cartas. Lindas palavras, me emocionei de verdade.
Desejo de todo o coração que Deus vos abençoe ricamente, obrigada por tudo.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Passou!

Quando os filhos de Israel se viram cercados, com o mar à frente e os egípcios atrás, o que fizeram? Murmuraram, não é?
Aliás, eles se tornaram especialistas em murmuração. Faziam isso com fluidez. 
Moisés estava só na sua expectativa em relação a Deus, ele clamou por uma solução. As palavras de Deus para este líder foi: "Por que você está clamando a mim? Diga aos israelitas que sigam avante [...]”. Êxodo 14:15.
Quantas vezes eu e você nos vemos também cercados diante de situações que exige uma decisão rápida e muito importante que definirá o futuro?
Acredito que o mesmo ocorre comigo e com você, queremos que Deus nos diga exatamente o que fazer, com todas as palavras... Jogamos para ele a responsabilidade da decisão. Queremos dEle a alternativa correta que assegurará um futuro melhor.
A resposta de Deus foi: siga avante.
Avante? Tem certeza? É isso mesmo? Posso ir? E o mar? 
Uma sequencia de pontos de interrogação se segue em nossa cabeça. 
O fato é que enfrentar o mar parece ser uma atitude tão terrível... 
As paredes de água que se formam parecem tão pavorosas...
Porém, ao mandado de Deus, enfrentamos o medo, o pavor o assombro.
Revestimos-nos de coragem e fé. 
E, no final da jornada fazemos como Miriã, somos tomados de tamanha alegria, tomamos os tamborins, tocamos e dançamos. Nossa boca se enche de riso e louvor.
Olhamos para o mar e pensamos: passou! 
O assombro passou, o pavor passou, as dificuldades passaram, o desafio foi vencido e o que se tem agora é história!

Assim, posso me alegrar. Minha pós-graduação passou. Venci  mais este desafio. Tenho mais uma história para contar, motivos para me alegrar e louvar ao meu bom Deus!
O título de Especialista em Gestão da Criatividade e Inovação é muito bom, o de filha de Deus, não tem preço!