sexta-feira, 23 de novembro de 2012

All the way... Não me canso de ouvir

All The Way - Ron Kenoly

The day I chose to give my life to You
Is the day that everything began to change
The problems that I faced
Were getting stronger
I thought when I got saved
My problems would go away
But the change I made
Began to really take a toll on me
And when I told my friends about You Lord
The laughed hysterically
But no matter what they say
Or what they choose to think of me
I'm gonna stay here strong
For You my Lord
No matter what the cost may be

I'm gonna serve You
Because I love You
I'm going with You
All the way
When friends forsake me
I won't let it break me
I'm going with You
All the way
All the way

Now the problems that I face are getting smaller
Because my faith in You
Is getting oh so strong
The peace and love from You
It keeps me standing
Through anything I go through
I know that I can't lose
'Cause the more I pray
The more I feel Your strength inside of me
And the more I seek Your face
I find You're all I really need
And this feeling that I feel
I've never felt since I've been free
I'm gonna stand here strong
For You my Lord
No matter what the cost may be

Uma vez mais...

Ontem desejei morar no litoral.
Ah... Seria bom andar pela clara areia da praia e sentir
as ondas do mar batendo nos pés...
Eu desejei ficar dentro da água e por algum tempo vislumbrar a
paisagem.
Ah... Seria bom admirar as águas se encontrando com o céu
no horizonte.
Eu desejei ver as ondas vindo de encontro com a areia da praia e retornando para o mar reconhecendo seu limite.
Eu desejei, eu confesso... Seria bom!
Eu apenas desejei por um momento morar no litoral...
Meu coração seguiu inquieto diante das minhas limitações enquanto eu desejava brincar contra as ondas do mar debaixo dos raios do sol em um dia claro ou caminhar pelas areias da praia numa noite de luar.
Então enquanto pensava nessas maravilhas de Deus eu comecei a me abrir com o criador.
Confessei a ele que por muitas vezes tenho agido como as ondas do mar...
Por um momento eu avanço na fé e na esperança e parece que vou alcançar o que tenho desejado, mas em outros momentos como as ondas retornam para o mar minha fé e esperança pareceram recuar.
Conversei com Deus e confessei que em alguns momentos sinto ter com ele a intimidade das águas no encontro com o céu no horizonte, um caminho a perder de vista, mas que em alguns momentos não me sinto assim.
Porque tanta inconstância?
Mas se eu ao menos pudesse vislumbrar o mar...
Eu confirmaria o que Deus falou no silêncio do meu coração enquanto me confessava.
Todas as coisas estão sobre o seu domínio.
As ondas, o firmamento, o vento...
E todos eles compõem sua obra maravilhosa obedecendo aos seus limites.
Nada foge do seu controle ainda que eu não perceba, ele está regendo todas as coisas com sua graça e misericórdia; o vento, a maré, o sol e a lua.
Então como não moro no litoral, voltei para meu “mundo real” como se Deus tivesse soprado um vento vindo do mar pelo meu caminho.
O frescor da fé e esperança veio como uma brisa suave em minha vida e, eu vislumbrei as maravilhas de Deus mesmo não morando no litoral! 
(apenas relembrando...)

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Desejos...

Um notebook novinho, compacto e potente... me ajudaria muito! 


Ai ai... chegou a hora... 2° TCC


Muita pesquisa, textos formais e muito trabalho pela frente!

(xi... esta postagem ficou com cara de facebook)

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Identificação


Pouco antes de fazer minha primeira viagem de avião, li um comentário sobre a identificação de bagagem. A pessoa falava sobre a dificuldade de reconhecer as malas uma vez que há muita semelhança entre elas. Cores, tamanhos e modelos se misturam passando pela esteira, o que requer atenção e certa agilidade para retirá-las. Preocupação desnecessária na verdade. Porém naquele momento de ansiedade pelo novo, prestei atenção.
Algum tempo depois numa aula da pós-graduação, Competências das Imagens, falávamos do mesmo assunto e foi citada a linha de bagagem que leva a assinatura do artista Romero Britto. Todos concordaram que a identificação destas é muito mais fácil por conta das cores vivas e traços identificáveis a longa distância.
Neste fim de semana me lembrei deste assunto quando uma pessoa fez uma observação sobre minha mala. Ela é vermelha, tem meu nome em baixo, um lencinho estampado na alça e pequenos adesivos de estrelas na frente. Claro que uma Louis Vuitton dispensaria qualquer badulaque destes. Kkkk...
O importante nessa história toda é a identificação. Não importa o que se tem dentro da bagagem, na esteira o que conta é a aparência. É através da identificação que se pode evitar o extravio e suas implicações. O número de registro nela adesivado não é como a estampa do artista Romero Britto que se pode ver de longe, mas os apetrechos são facilitadores.
Cada um de nós tem aspectos que identifica quem somos; a que grupo pertencemos. Somos como bagagem na esteira da vida. Há muita semelhança na aparência, mas alguns detalhes fazem toda a diferença. Estes detalhes dão conta do que se é por dentro e não o contrário.
Pense nisso...

Sacudindo o pó...

Proverbi 19:21
"Molti sono i progetti dell'uomo, ma solo i piani del Signore si realizzano."

Giobbe 42:2
"Io sono che puoi tutto. Niente ti è impossibile."

Parola del Signore

Mauá / Barueri - SP