quinta-feira, 10 de junho de 2010

Provérbio Italiano

Não sou boa em recitar provérbios ou dizeres populares, sempre acabo errando a ordem das palavras...
Mas, achei este interessante no livro Coleção Pensamentos do Líder e resolvi postar.

"Entre dizer e fazer, gastam-se muitos pares de sapatos".

Alguém discorda?

Não é bem mais fácil e prático dizer o que fazer do que tomar a iniciativa?
Iniciativa quer dizer ação de quem é primeiro a propor.
Encontramos pelo caminho da vida muitos dispostos a propor o que fazer e poucos que apresentam a qualidade de saber agir.
Que nós tenhamos disposição de gastar nossos "sapatos" enquanto consumamos nossos planos com ações!

terça-feira, 8 de junho de 2010

IR e VIR de cada dia

Desde criança desfrutei da “companhia” de lápis e folhas de papel. Lembro-me que muitas noites registrava meus esboços enquanto esperava pelo bom sono e não foram poucas as vezes que acordava pela manhã tendo como travesseiro meus desenhos.

Os anos passaram, a tecnologia mudou meus hábitos de desenhos e escrita, mas continuo tendo meus lápis e papéis como bons aliados. São com eles que consigo registrar meus pensamentos, minhas primeiras idéias para um projeto e confesso, se não os tenho por perto fico (com o exagero da palavra) desarmada.

Pois bem, enquanto meus ouvidos tentavam captar as palavras do orador numa certa ocasião, meus pensamentos me conduziram à algumas passagens bíblicas. Foi então que “saquei” da bolsa os meus “aliados”.

Comecei a registrar meus pensamentos e...

Venha comigo...

Na passagem que Jesus ressuscitou Lázaro aconteceu que o milagre de ele sair do túmulo com vida (é claro) se deu quando a pedra foi removida. Portanto o ato de ele VIR só foi possível quando o impedimento (terreno) foi removido. Tirar a pedra não demandava nenhum milagre. Isso era uma ação terrena que foi observada antes de uma ação divina.

Em outra passagem Jesus se encontrou com a mulher samaritana no poço de Jacó enquanto ela desejava tirar água para si. Houve um diálogo naquele momento e a mulher se viu impelida a voltar à Samaria para anunciar a alegria de encontrar com o Cristo. Para a mulher Samaritana IR pelas ruas da cidade foi necessário deixar o cântaro porque com ele sua peregrinação para a propagação das boas novas se tornaria impossível, logo estaria cansada, precisaria parar e o percurso se faria enfadonho. Mais uma vez uma ação humana (a de deixar o cântaro e sair pelas ruas) veio antes de uma ação divina (a de salvar muitas almas).

Amigos, quando conseguimos compreender quais são os impedimentos para nosso IR e VIR precisamos deixá-los de lado. Milagres podem acontecer em nossas vidas. Porém remover os impedimentos demanda ações humanas. Podemos “tirar as pedras”. Podemos “deixar os cântaros”. Podemos “tomar as nossas camas e andar”, podemos “lavar os olhos”, podemos “mergulhar sete vezes”, podemos “repartir nossa riqueza”, podemos “pescar o peixe”...

Isso nos fará sair do lugar, será o nosso ponto de partida tanto para IR quanto para VIR.

Precisamos ter um olhar atento e um espírito sensível. Disposição para viver a mudança, deixar de lado o impedimento e avançar nossa carreira de fé, nossa carreira profissional, familiar, social...

Só assim presenciaremos os milagres que Deus tem por realizar em nossas vidas.

Anote isso em sua “caderneta” (se é que você também tenha uma) pode ser que precise dessas palavras a qualquer momento.

Tenha um ótimo dia!

segunda-feira, 7 de junho de 2010