sábado, 11 de dezembro de 2010

Stand*

Algumas palavras dizem muito por si mesmas e "Stand" é uma destas palavras na qual tenho pensado bastante nos últimos dias.

Fiquei surpresa ao ver uma manchete na internet que representa bem esta palavra.

A notícia dizia de uma jovem capitã de equipe que participava de uma prova de quase seis quilômetros em baixa temperatura tendo feito o percurso em vinte minutos e quinze segundos.

A jovem passou mal nos metros finais do campeonato a poucos passos de cruzar a linha de chegada e não tendo condições de prosseguir correndo, após ter caído, olhou para frente e determinada seguiu engatinhando.

Nessa condição finalizou a corrida garantindo à sua equipe uma colocação necessária para sua escola vencer o campeonato.

O que ela fez?

“Levantou-se”! Mesmo sem correr, mesmo sem caminhar… engatinhando… se arrastando não desistiu de vencer.

Ela disse mais tarde em entrevista ao jornal que a experiência fez com que valorizasse o seu treinador de sessenta anos cuja história no atletismo era de superação.

Isso é o que todos nós precisamos fazer.

Levantarmo-nos! Colocarmo-nos de pé!

Não sendo possível prosseguir correndo ou caminhando devemos olhar para a linha de chegada que está tão perto de nós e desejar alcançá-la como aquela garota fez.

Não é hora de parar!

* Stand >> Ficar de pé; levantar-se.
Legenda do vídeo no YouTube: San Francisco High School Runner Crawls to Finish Line For State Win

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Uma Porta Chamada Vontade de Deus

Domingo enquanto orava me lembrei de pedir a Deus que cumprisse em minha vida a vontade dEle. Foi um momento especial quando pude sentir o toque divino.
Veio-me à lembrança situações que fugiram do meu alcance e que parecia me pressionar como barreiras intransponíveis as quais entreguei de maneira completa a Deus para que nelas fossem manifestas a vontade dEle. Depois de haver descansado na sua vontade essas situações foram facilmente resolvidas como que se uma porta se abrisse para eu passar.
Então essa imagem me veio à mente. A vontade de Deus representada na forma de uma porta, quando aberta indicando aprovação e fechada reprovação.
Certamente você já experimentou essa mesma sensação de haver barreiras impedindo suas conquistas. Talvez sonhos e planos que você tenha traçado ao longo da vida nunca se realizaram antes, tornam-se muralhas diante de você. Coisas que você descreve como sendo intransponíveis, fora do seu alcance. Tudo que estava à mão para ser feito você já fez, tudo que dependia do seu esforço já foi feito, mas nada de realizar seus desejos.
Precisamos fazer como os discípulos de Jesus. Eles entenderam que precisavam aprender a orar. No livro de Lucas, capítulos 11 depois de ouvirem Jesus orar, aproximaram-se dele e pediram para que o mestre lhe ensinasse como fazer isso.
Temos nessa passagem uma oração modelo. Creio que podemos repetir as palavras desse modelo de cor, mas existe algo mais excelente do que simplesmente repeti-la que é vivê-la.
Uma das expressões contidas nela é: “Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu”.São palavras bonitas para serem repetidas. E quanto a viver o que elas dizem?
Pois é...
Precisamos nos atentar para a vontade de Deus em nossas vidas. Será que estas barreiras levantadas diante de nós não estão dizendo alguma coisa? Será que a vontade de Deus está representada nelas? Ou como a mulher de Jó, estamos dispostos a receber apenas a vontade de Deus no que diz respeito ao bem, às bênçãos e às aprovações e fechados para as outras vontades?
Que bom quando a porta da vontade de Deus está diante de nós abrindo o caminho para que possamos entrar por ela ou fechando o caminho e nos apontando uma outra direção.
Que ele nos ajude a entender essas sinalizações. Que entendamos a necessidade de nos abrir à sua vontade. Como Ele disse ao profeta Jeremias - Ele sabe os pensamentos que tem sobre nós. Pensamentos de paz e não de mal para nos dar um futuro e uma esperança. (Jr. 29:11)
Eis que diante de você há uma porta chamada Vontade de Deus. Está aberta? Passe por ela! Está fechada? Então talvez haja um outro caminho sendo apontado para você, atente-se!
Essa reflexão como todas as demais nasceu no meu coração. Surgiu como resposta para mim e tenho a convicção que pode responder também às suas perguntas. Sinta-se à vontade para comentar este post.
Que Deus nos abençoe!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Chegou!

O mês de dezembro é chegado.

Parece que foi ontem que estávamos reunidos para a virada do ano, não é essa a frase mais comum que temos escutado? Enfim, ele chegou e anuncia um novo tempo.

Gosto de fazer um balanço de tudo que vivi durante o ano para pautar minhas metas futuras. Estou certa que não alcancei tudo o que desejei, mas posso acompanhar o poeta nas suas palavras...

Realizei o suficiente de metas para continuar estabelecendo novas metas.

Comentei com um amigo sobre a felicidade de ver algum proveito em minhas ações no decorrer do ano.

Tenho aprendido a trabalhar com metas e dividi-las em dois grupos.

No primeiro grupo coloco metas grandes e ousadas. No segundo grupo coloco pequenas metas, porém significativas. Dessa divisão tiro algumas lições.

Olhando para trás percebo que não alcancei as metas do primeiro grupo enquanto todas do segundo grupo foram alcançadas. Entendo que preciso reformular estas metas que não alcancei e melhorar suas definições; traçar meios para atingi-las e melhorar meu desempenho. Quanto às que alcancei, que alegria! Elas me mostram que consegui algumas realizações importantes.

Adquiri um pouco mais de conhecimento. Tenho lido bons livros, aprendido um novo idioma, conhecido lugares novos e pessoas diferentes. Tenho ainda aprendido mais sobre liderança e por conseqüência adquirido novas oportunidades de trabalho. Cometi erros. Aprendi com eles. Aprendi em tempos de comunhão com família e amigos. Aprendi em tempos de "solidão" com o silêncio de Deus. Estou segura de que não estou só!

Ainda não acabou, mas posso dizer que 2010 está sendo melhor que 2009.

Também posso acreditar que 2011 será ainda melhor.

Agradeço a Deus por tudo que ele é e por tudo que tem feito por mim. Agradeço pelas orações respondidas e também pelas orações sem respostas. Agradeço à minha família pelo amor e compreensão. Agradeço a todos que me ajudaram nas minhas conquistas e viveram ao meu lado na igreja, no trabalho e escola. Agradeço aos que estão perto e aos que estão longe acompanhando esse blog.

Deus seja contigo em todo tempo e que o término deste ano, com o decorrer deste mês de dezembro, você, sua família e todos seus entes queridos sejam abençoados com toda sorte de bênçãos de Deus. Um 2011 ainda melhor! Aproveito também para dizer a você que está longe, numa cidade vizinha, num outro estado ou país, mas que tem me acompanhado, muito obrigada por me prestigiar com sua visita.

Obrigada a todos que dedicaram um pouco do seu tempo para refletir comigo sobre diversos assuntos e aos que fizeram desse tempo uma oportunidade de compartilhar seus pensamentos.

Seus comentários são impulsos positivos para mim. Valeu!

Que suas metas grandes e pequenas sejam alcançadas gerando a cada dia boas reflexões!

Grande abraço. com carinho,

Daphnne

domingo, 5 de dezembro de 2010

Escolhas Importantes

"As escolhas importantes que você faz - com exceção do talento que você já tem - irão distingui-lo dos outros que têm somente talento". John C. Maxwell

Tenha um bom fim de semana!