segunda-feira, 13 de junho de 2016

Mão na massa

Sábado passado tirei o dia para fazer massas. Logo pela manhã, após o café, comecei os trabalhos. Primeiro preparei duas receitas de macarrão. Aproveitei os ovos caipiras que ganhei dos meus tios para dar uma cor mais acentuada à massa. Encanta-me ver ingredientes distintos tornando-se homogêneos. 
Enquanto a massa do macarrão desancava, fui para a massa do churros. Hummm, que delicia pensar no churros prontinho! Porém, até lá tem que por a mão na massa. Um ingrediente aqui e outro ali, uma mexida aqui e mais um pouco ali, sova aqui e ali e pronto. Hora de descansar a massa.
Depois das duas primeiras preparações foi a vez de fazer uma massa para cobertura de bolo. Mais uma mistura de ingredientes e trabalho pela frente. Massa pronta é hora de esticar. Estica pinta modela e finaliza o bolo de chocolate com cereja que aguardava na geladeira.
Tudo dá trabalho. Ao final os pés doem por conta do tempo que fiquei em pé. A coluna, que já não é de uma pessoa de 18 anos, dói. Os braços estão cansados. Mas, quer saber? A satisfação é enorme. 
O churros foi uma surpresa aos convidados de um chá de bebe. Pensa na surpresa alegria e satisfação que aquele doce causou! É bom demais ver as pessoas comendo e sentindo o prazer daquele alimento. No fundo eu penso: que bom que agradei! O bolo também foi servido no mesmo chá. A sensação de agradar o paladar das pessoas vale todo o trabalho! 
Para finalizar, à noite servi o macarrão aos meus convidados. O trabalho que tive ao fazer a massa deixou o convite ainda mais especial. Meus convidados se surpreenderam e ficaram satisfeitos, e eu ainda mais!
Experimente fazer algo diferente. Experimente surpreender. Experimente sair da zona de conforto.Descubra seus potenciais. Agrade mais. Tenha novas experiências!
Tudo o que vale a pena requer algum esforço. Dá trabalho, cansa, pode causar dor... Mas, ao final a satisfação é garantida.  
Boa semana!