terça-feira, 11 de maio de 2010

"Ela é Convertida?"

Posso dizer que estou revoltada?

Hum... talvez não seja uma palavra agradável de se dizer, não é?

Mas, acho que esta palavra é a correta para este momento.

Estava em São Paulo neste fim de semana aproveitando a manhã de sábado para comprar algumas coisas na Rua Conde de Sarzedas. Já mencionei que este é o endereço para comercio de produtos destinados aos “cristãos”? Pois é, claro que havendo a possibilidade de ir neste endereço não poderia deixar passar a oportunidade, não é?

Estava lá andando de uma loja para outra quando de repente um homem pulou em minha frente oferecendo-me uma “blusinha” que na linguagem dele era uma “santa blusa fashion” que ainda vinha acompanhada de um colar de pedraria combinando. A blusa que o cidadão estava oferecendo além de ser bastante transparente era uma regata.

Devo dizer que este cidadão é conhecido no meio “cristão”. “Discípulo” de um “apóstolo” moderno que esteve em evidência na mídia brasileira e internacional por envolvimento em escândalo. Sua loja oferece produtos à “cristãos” modernos. Nada se diferencia de outras lojas cujos proprietários nunca tiveram um encontro com Deus. Nem de longe dão a impressão de que são destinados à pessoas peculiares, separadas para Deus.

Enquanto tentava me desviar deste homem, (insistente como muitos vendedores) ele me puxou apontando para um outro produto exclamado: este produto, para a glória de Deus, foi destaque na revista Veja! Ele se referia à capas protetoras para bíblias. Ou será que eu devo dizer que é um esconderijo para bíblias? Assemelham-se à bolsas. Tem de vários modelos de renda com aplicações de flores e pedrarias. São ótimos disfarces. Mas porque deveria esconder a minha bíblia? Talvez eu realmente tenha sido grosseira em rejeitar segurar em minhas mãos aquela capa. “Não faz meu estilo” tentei explicar para o “brother”, mas levei foi um “rala”. O indivíduo me deu uma lição de moral dizendo que quando se oferece alguma coisa à uma pessoa espera-se que esta responda delicadamente segurando em suas mãos o produto por questão de educação. Me desculpe, mas realmente não faz o meu estilo”, enquanto me distanciava do homem ouvi ele perguntando a meu respeito: “Ela é convertida?”.

Aquilo me deixou com os nervos aflorados, devo reconhecer.

Quer dizer que uma pessoa convertida usa, sem questionar, qualquer tipo de roupa?

Uma pessoa convertida aceita, sem questionar, esconder a sua bíblia debaixo de uma capa secreta?

Uma pessoa convertida não tem opinião?

Que tipo de cristianismo é esse?

Não! Eu não sou este tipo mesmo! Eu tenho opinião! Eu me diferencio do restante do mundo! Não preciso ser igual a ninguém que não teve um encontro com Deus para ser aceita.

Não preciso esconder o meu encontro com Deus. Aliás... Eu preciso fazer diferença!

Não sou convencida... Eu sou convertida!

Sigo na contramão deste mundo. Meu alvo ainda é o céu com Cristo. O meu Deus ainda é santo!

Seguramente posso rejeitar as ofertas que contradizem a vontade do meu Deus.

Ele é a minha força. Ele é o meu escudo. Ele é o meu redentor. Ele é Deus zeloso. Ele é Santo. Ele é digno de um viver separado totalmente para Ele.

Sim, eu sou convertida!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Felizes para Sempre


Todo sonho de criança é pautado em fantasias. É notavelmente variável. Porém com a maturidade um sonho se torna firme e junto à esperança e perseverança esses sonhos tornam-se reais. Para que isso aconteça é necessário tomar decisões. Tudo se torna tão tenso quando não se pode partilhar. Sendo assim Gerson e Regina encontram um no outro uma partilha calorosa de preocupações, medos, emoções e sonhos. Encontraram o equilíbrio entre a razão e a emoção para suas vidas.

Parabéns Gerson e Regina... SEJAM FELIZES PARA SEMPRE!!

Foi um enorme prazer ser a "cerimonialista" do casamento de vocês!

Mãe todos os dias


Ontem não postei nadinha de nada a respeito da minha mamãe. (estávamos juntas em São Paulo)

Mas quero dizer que tenho a melhor mãe do mundo.

Ela é uma grande mulher.

Uma amiga.

Uma confidente.

Uma excelente conselheira.

E eu a amo muito.

Mãe... obrigada por existir!

(Parabéns para minha irmãzinha rs rs rs que se revelou uma grande mamãe também)

e...

(Para a futura mamãe... Lú)

e...

Para você que tem este privilégio de ser mãe!