quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Perseverança

Em uma convenção de vendas, o gerente de vendas levantou-se diante dos dois mil vendedores de sua firma e perguntou:
- Os irmãos Wright alguma vez desistiram?
- Não! - gritou o pessoal de vendas.
- Charles Lindbergh alguma vez desistiu? - perguntou ele.
- Não! - gritaram novamente os vendedores.
- Lance Armstrong alguma vez desistiu?
- Não!
Ele gritou pela quarta vez:
- Thorndike McKester alguma vez desistiu?
Houve um confuso silêncio por um longo instante.
Então um vendedor se levantou e perguntou:
- Quem é Thorndike McKester? Ninguém nunca ouviu falar dele.
O gerente de vendas respondeu bruscamente:
- É claro que você nunca ouviu falar dele. Ele desistiu!
(Adaptado de ISAACSON, Max. How to Conquer the Fear of Public Speaking and Other Coronary Threats. Rockville Centre, NY: Farnsworth Publishing, 1984, 77) - Talento Não é Tudo - John C. Maxwell

Esse conto poderia ser adaptado de muitas maneiras para nós no Brasil e em cada estado desse país cheio de talentos, não é mesmo?
Com isso gostaria de incentivar a todos que estão participando do Jejum Coletivo do Povo de Deus. Permaneçam no propósito a qual intentaram entrar! Breve o desafio vai passar e o benefício ficará!

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Da fraqueza tiraram força

Quando criança, acompanhava meus pais e irmãos em visitas freqüentes à casa de um homem chamado Aníbal. Ele havia sofrido derrame e por essa razão perdera os movimentos de braços e pernas e falava com dificuldade.
Não me recordo de sua fisionomia, mas é impossível esquecer aquelas visitas.
Meus pais o conheceram bem antes do derrame. Ele era chamado de Anibrão por causa de sua estatura e antes de perder a saúde era um homem ativo e cristão disposto.
Depois que meus pais oravam e cantavam com o Anibrão podia esperar que logo ele acenaria pedindo que meus pais, eu e meus irmãos, ajoelhássemos ao redor de sua cama para que ele pudesse orar por nós. Nunca saíamos daquela casa antes daquilo. Com sua voz bastante embaralhada fazia uma oração eloqüente e então estava pronto para despedir-se.
Impressionante como essa recordação veio à tona durante essa semana.
Então me lembrei de do livro de Hebreus cap. 11 que fala sobre os heróis da fé, daqueles que “da fraqueza tiraram força” e me alegrei.
É possível dar um bom testemunho mesmo vivendo no outro lado da fé!