terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Estéril Mãe de Filhos

O que pode barrar o agir de Deus?
O tempo corrido pode afastar-nos de viver as promessas de Deus?
As complicações que surgem pelo caminho podem dificultar as realizações dos seus planos?
Quanto mais o tempo passa mais percebo o quanto Deus é excelente.
Mais percebo sua soberania. Parece gostar de desafiar-nos a fim de nos mostrar o seu poder.
O tempo parece frustrar as promessas de Deus, mas na verdade nos faz abrir os olhos para contemplar suas maravilhas.
Volto no tempo e na leitura de onde posso tirar esperança e o que vejo?
Abrão e sua esposa, ainda “jovens”, recebem uma promessa maravilhosa.
Caminham por terra estranha enquanto os anos passam. O plano de ter um filho é provado enquanto seus corpos sofrem as transformações da vida. Passado o tempo fértil do casal o que se tem é um filho ilegítimo. Ciúmes e contendas se levantam tornando mais desafiador o cumprimento da promessa. Mas nada é demasiadamente difícil para Deus. O que ele diz resiste a tempo e qualquer barreira.
A promessa confiada a Abraão era a de que ele seria pai de uma grande nação. O tempo passa e nasce Isaque.
Agora fica mais fácil gerar filhos. É o que qualquer leitor desatento pode pensar, mas não é isso que vemos.
Isaque casa-se com Rebeca e veja só: Rebeca é estéril.
Como podem vir descendentes de uma estéril?
Mais um filho ilegítimo deve nascer para que assim haja possibilidade do que Deus prometeu acontecer? Não!
Isaque ora a Deus com insistência e Deus lhe ouve.
Nasce Jacó. Chega seu tempo de amores e casa-se com Raquel.
Pronto! Agora sim... Vai acontecer um reboliço. Jacó será a resposta para uma grande nação. Afinal já passou tempo demais para que se cumprisse a promessa. Isso é o que eu e você podemos pensar. Nós temos o desafio chamado tempo.
Mais uma estéril aparece na história.
Que situação!
Porque esses homens amaram mulheres estéreis? Porque Deus não os fez amar mulheres férteis? Onde estava Deus que não impediu que situações adversas cruzassem o caminho da sua promessa?
Ah! Que maravilhoso Deus é! Ele tem o controle de todas as coisas e nada pode impedir o seu agir! Nada foge de seu propósito.
Passaram-se os anos, vieram os desafios, passou o tempo de fertilidade, as promessas pareceram desafiadoras e distantes demais para cumprir, mas Deus fez o impossível, do ponto de vista dos homens, acontecer.
A estéril deu filhos. As promessas “nasceram”.
A história se repete no novo testamento quando a expectativa era a vinda do Messias. O anunciador de seu nascimento foi gerado de uma mulher estéril.
Quando o anjo entregou a promessa a Zacarias fez questão de assegurar de que o tempo de espera por um filho não fora tempo demais. Não era tarde demais para ter prazer e alegria. O tempo passou, mas isso não era impedimento para o agir de Deus. Isabel já não estava no seu tempo fértil. Mas o que é a esterilidade para Deus?
Ele faz da estéril mãe de filhos.
Você sente como que uma estéril em suas realizações?
Deus fará “nascer” o que prometeu e você verá que não é tarde demais para ter prazer e alegria.
Confie em Deus e continue em obediência. Certamente ele não te esqueceu.