Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 20, 2009

Sala de Espera - Experiências Inesquecíveis

De repente me vejo numa sala de espera.
Esperar nunca foi o meu forte e nem me deixa em uma situação confortável. Ainda não soube de alguém que se sentisse confortável numa sala destas, você sabe de alguém?
O projeto do ambiente foge do habitual. A sala é ampla e por incrível que pareça está decorada com vários cálices por sinal bem cheios, o que será aquilo?
Várias pessoas estão acomodadas esperando por um chamado na portinha ali bem discreta. Ao que tudo indica só existe um profissional para atender todos os “pacientes”.
Ah, eu não disse, mas a sala de espera é de uma clínica que atende várias especialidades.
Começo a observar um rapaz assentado do outro lado da sala. Dá a sensação de que está pensativo; preocupado talvez. Apesar disso, seus olhos brilham, será esperança? O que será que ele veio fazer? Porque enfrenta esta espera nessa sala?
De outro lado está um senhor sorridente. Enquanto espera consegue animar outros ao seu redor. Parece assobiar uma canção. Está confiante, será que o …
Não é isso que você está pensando, não! Não estive em Curitiba somente para comer rs rs rs...
Gosto de visitar o MON todas as vezes que estou em Curitiba. Pela Arquitetura e pela Arte! rs rs rs (afinal sou decoradora né?!)

por falar em Decoração... fui conferir de perto o projeto luminotécnico do lighting designer Theo Kondos para o Palladium Shopping Center. Foi bom passar uma semana em Curitiba junto aos meus familiares e amigos. Abraços a todos vocês!!

Tente de Novo

Caro leitor,
gostaria de compartilhar algumas palavras sobre “tentar de novo”.
Quantas vezes você já enfrentou situações corriqueiras na vida sem chegar a uma solução que normalmente você resolveria muito bem?
Não fui objetiva?
Permita-me usar o exemplo de Pedro, aquele discípulo de Jesus, lembra-se dele?
Pois então. Ele era um bom pescador. Tinha experiências no ramo.
Porém num dia corriqueiro tentou pescar e nada de pegar peixes. Jogou as redes, esperou e nada. Ele estava ali como de costume. Depois de várias tentativas Pedro puxa as redes para lavar e guardar. Certamente estava cansado. A noite já estava findando e a fadiga cedia lugar às frustrações. Nada de peixes...
Neste cenário aparece Jesus e diz para Pedro lançar as redes em alto mar.
Não sei qual foi a “cara” que Pedro fez diante destas palavras. Ele diz para Jesus sobre suas frustradas tentativas de pesca durante toda a noite. Mesmo assim toma uma atitude de fé e age segundo as palavras do mestre. Resultado? Uma pesca maravilhosa!