sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Deleita-te

Publicando um texto que escrevi a algum tempo e estava guardado no meu computador...
Deleita-te no Senhor, e Ele te concederá os desejos do teu coração.
Sl 37.4

Hoje desejei escrever algo que retratasse as palavras do salmista...
Alegro-me sempre pela inspiração divina que estava em Davi para escrever salmos.
Tanta coisa ele disse tocando sua harpa... e que toca o meu coração.
O mesmo Deus que ele servia e conhecia, eu também conheço e sirvo, ele é o meu Senhor e salvador.
Encontramos o tão conhecido salmo 23 que diz que este Senhor cuida das necessidades de suas ovelhas ou seja ele cuida de mim e de você e supre todas as nossas necessidades.
Mas o que quero dizer é do salmo 37. Já prestou atenção no que diz? Deleita-te no Senhor... parece ser tão estranha esta palavra, e como é verdade. Só no Senhor Jesus, há verdadeira sensação de gozo íntimo, de paz, de descanso. Pode haver muitas coisas que alegre o nosso coração. Pode haver muitas coisas que nos dão prazer, contudo nada supera estar na presença de Deus. Senti-lo. Conhecê-lo. Estar em sua presença e sentir o que o salmista nos fala. Deleite. Prazer intenso e suave.
O salmista diz que deleitando nos no Senhor ele concederia os desejos do nosso coração. Já observou como uma criança chega na presença de seu pai, se coloca no colo, e começa a acariciar-lhe, dando-lhe beijo. Expressando seu mais profundo sentimento de segurança, e de amor... Já reparou como isso comove o coração do pai, ou da mãe? A espontaneidade da expressão da criança desperta no pai ou na mãe o desejo de realizar-lhe os desejos. O pai ou a mãe se pega oferecendo para a criança o que lhe está ao alcance, o que for, para retribuir a satisfação que aquele ato gerou nos seus corações.
O salmista está dizendo que Deus que conhece todas as nossas necessidades e nossos desejos está disposto a nos dar o que almeja o nosso coração, não em troca de um carinho comprado, mas por uma espontaneidade. Da nossa satisfação em estar em sua presença, debaixo do seu cuidado, cercados por seu amor...
Sou grata a Deus porque tudo que tenho, foi ele que me deu cuidando das minhas necessidades. Agradeço pelo que tenho e quis ter. Por que muitas coisas eu recebi tendo desejado sem ser uma necessidade mas por que este salmo é verdade também na minha vida.
“Deus te amo, amo estar em sua presença e me deleitar em ti.”
Que você possa sentir esse deleite na presença do Deus altíssimo que é onipresente, onisciente e onipotente. Aí mesmo onde você está, podes sentir a presença dele. Faça um teste. Sinta-o, chame-o para estar com você. Poderás dizer as palavras do salmista como uma verdade em sua vida.
Um grande abraço.