Pular para o conteúdo principal

Como atrair sua atenção?

De que maneira você se comporta para receber atenção?
Sente a necessidade de gritar? Quem sabe se dançando? Você se sente atendido se todas as atenções estiverem voltadas para si? Aquele ditado popular lhe cai bem [se quiser aparecer coloque uma melancia na cabeça]? Xi! Isso foi longe demais...
Ok! Talvez você seja mais discreto.
Cada um tem a sua maneira de se comportar e isso é o que diferencia um indivíduo do outro. Até aqui nenhuma novidade, não é mesmo?
Se mudarmos o foco desse texto para a maneira como nos comportamos diante de Deus e de que modo fazemos nossas orações teremos um assunto mais relevante.
Cada um de nós que oramos a Deus temos um jeito de nos apresentarmos a Ele e podemos sentir quando atraímos sua atenção e somos atendidos.  
Meus pais ensinaram a mim e aos meus irmãos a importância da oração e como nós podíamos falar com Deus como a um amigo intimo. Nada melhor que ouvir a oração de crianças. A sinceridade e espontaneidade que saem delas conseguem tocar o coração de um adulto, quanto mais o coração de Deus!
Certo dia pela manhã, nosso pai, então proprietário de uma garagem, nos levava para a escola. Ele tinha adquirido um carro num negócio e já havia muito tempo que aquele carro estava no pátio e precisava ser vendido. Ele parou o veículo que conduzia naquela manhã, uniu nossas mãos e pediu para que fizéssemos uma oração a Deus e pedíssemos a Ele que o abençoasse conduzindo um cliente para comprar aquele carro da garagem. Nossa oração foi bem curta e sincera. Não fizemos nenhuma oração eloqüente e nenhum barulho que chamasse a atenção para dentro do veículo. Após a aula quando ele foi nos buscar, estava com um sorriso nos lábios e a boa notícia para nos contar. Deus havia nos atendido.
Muitas vezes queremos atrair a atenção de Deus com orações eloqüentes. Buscamos palavras que se encaixem perfeitamente num discurso para que possamos apresentar a Deus a nossa petição ou agradecimento, mas, o que chama a atenção de Deus é a sinceridade do nosso coração.
Seja num sussurro ou em alta voz chame a atenção de Deus com a sinceridade do seu coração. Como orar? Chame um amigo verdadeiro (Deus) e converse com ele. Conte tudo. Mas Ele não sabe de todas as coisas? Sabe! Porém ele quer ouvir a sua voz, o seu sussurro, o seu sorriso, seu choro e atende-lo.
Aprenda com uma criança a buscar a atenção de Deus... Seja espontâneo e sincero!


[Obrigada papai e mamãe por me ensinar a orar e obrigada porque sei que posso contar com a orações de vocês em meu favor. Papai, mamãe,  Jeffão, Lú, Muquinha, Luciano e Meire... Amo vocês! AIDB - Uberlândia... Saudade!...Abraços!!]

Comentários

Anônimo disse…
Saudade??? É com certeza a palavra que descreve o que estamos sentindo de vc...No seu lugarzinho lá na frente, só lembranças do seu jeito de chamar atenção de Deus.
Mas estamos muito felizes por vc estar bem... Com certeza precisamos chamar atenção de Deus não só para os nossos problemas mais tambem o adorá-lo de todo nosso coração...Isso vc nos ensinou e bem srsrsrsrs...Obrigado por se empenhar com os boanerges...

Bjos e abraços...

By: Sara Mendes...
Anônimo disse…
É isso mesmo Daphnne,Deus ouve a oração, eu mesma já tive resposta de Deus de orações bem curtas que eu fiz,mas foi muito sincera.
Quanto a vc, está fazendo muita falta. Estou orando por vc para que que Deus cumpra o querer dele em sua vida e que vc seja feliz.
Bjs.
Ivonete

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…