segunda-feira, 15 de março de 2010

Autenticidade

O que quer dizer: autenticidade? - Você é autêntico?

Autenticidade é caráter do que é autêntico, legítimo, verdadeiro.

Logo ser autêntico é possuir estas qualidades.

Deixa-me ir direto ao assunto.

Escrevi minha ultima postagem sobre os que carregam as palavras “andam dizendo”. Estes são mensageiros. Porém, não são autênticos.

Nossa sociedade está cheia de mensageiros sem esse caráter.

Quando estava a meditar nesse assunto me lembrei de um episódio descrito no livro de II Samuel.

A história relata a morte dramática de Absalão filho do rei Davi.

Joabe precisava anunciar ao rei que o Senhor havia livrado Davi das mãos de seus inimigos, mas que Absalão havia morrido.

A mensagem era séria e carregava em si dois lados. O bom; o conflito foi resolvido e o ruim; o filho do rei estava morto.

Não podia ser qualquer um para entregar o recado. Precisava ser entregue por uma pessoa legítima; com qualidade requerida.

Havia nesse cenário um jovem chamado Aimaás. Quando soube da necessidade de enviar a mensagem ele se apresentou a Joabe dizendo: deixa-me correr para entregar a notícia ao rei.

Joabe recusa a proposta do jovem e lhe mostra que ele não tem uma mensagem conveniente e que ele não está a par de todos acontecimentos portanto sua mensagem não era exata.

Enquanto Cusi, o mensageiro autêntico inicia sua carreira ao encontro do rei, Aimaás insiste com Joabe dizendo: Deixa-me correr, seja o que for eu quero ir. Eu quero correr. Somente me libera para que eu corra.

Joabe libera o moço já que à frente dele estava um mensageiro autêntico.

Porém Aimaás se apressa, passa por Cusi e chega primeiro diante do rei.

O que vemos a seguir é cômico e ao mesmo tempo constrangedor.

Quando Davi questiona o jovem a respeito de sua mensagem ele diz:

“Vi um grande alvoroço, quando Joabe mandou o servo do rei, e a mim teu servo; porém não sei o que era”.

Ora, o rei esperava uma mensagem trazida de um conflito. Seu coração estava angustiado e de repente chega uma notícia... Sem propósito... Sem conteúdo...

A expectativa do rei se frustra e ele coloca Aimaás de lado até que Cusi o autêntico mensageiro traz as notícias.

O que me chama a atenção é que Aimaás se apresentou para correr... ele se apresentou para ser portador de uma notícia... o interesse dele não era em entregar o conteúdo do recado... Ele não estava interessado no relato exato da situação... Ele queria apenas entregar ao rei o que ele “ouvira dizer”.

Ele soube do alvoroço, ele soube da “muvuca” e não quis ficar de fora daquele acontecimento. Enquanto a reação de Cusi foi de temor e tremor diante do ocorrido, Aimaás estava eufórico.

Isso te lembra alguma coisa?

Caro leitor, não sejamos como Aimaás...

Mas sejamos autênticos na fé, na palavra, no trato, no amor, no espírito e na pureza.

4 comentários:

André Rodrigues disse...

Paz do Senhor!
Verdade, é isso aí. Isso me faz continuar acreditando nos propósitos de Deus. Cusi não era uma coincidência, Deus não deixaria aquela situação terminar com as palavras nada verdadeiras de Aimaás! Assim, posso crer que para um tempo onde "nossa sociedade está cheia de mensageiros sem esse caráter", estamos aqui pra chegar, e 'contar a verdadeira história' para o rei.
Que bom fazer parte desta geração. Que bom receber de Deus tamanha misericórdia!

Miriam disse...

Oi, fiquei mais uma vez surpresa ao ler o título. Você escreve muito bem porém acho que seu talento em escolher o título é muito impressionante. Autencidade, palavra bonita, mais bonito ainda é conseguir ser autêntico. Num mundo onde "nada se cria, tudo se copia" é um alto desafio ter auto-consciência e determinação para ser nada mais e nada menos do que nos mesmos. Te amo muito, Miriam

Lú... disse...

é... cunhadinha! Como sempre reflexões que me surpreendem a cada dia com sua sensibilidade e temor ao Senhor!
Que nosso bom Jesus nos coloque na posição:"não apenas de bons corredores"....
mas de "autenticos mensageiros da palavra, autenticos em nossa vida, autenticos em nossos atos" e como Cusi tenhamos temor de tudo que o Senhor nos confia.
Abraços!
Com minha admiração e ahhhhh! saiba, vc é autentica.
rsrsrs
Lú...

Josilene disse...

Ser autêntico! Uauuuu...uma enorme responsabilidade, já que como podemos ver no exemplo de Cusi...carrega uma grande peso!Afinal...a auntenticidade influência a todos quanto estão ao nosso redor!

Abraços