Pular para o conteúdo principal

Você é Imitador?


Já vi crianças fascinadas com instrumentos nas igrejas, mas o Gabriel é demais.
A maioria das crianças fica de olho nos tocadores, ocupa os assentos da primeira fileira e não perde um movimento sequer dos músicos, mas para o Gabriel só olhar não é suficiente.
Não pude deixar de registrar a reação dele ontem enquanto acompanhava o André tocando seu trompete.
Ele chega à igreja com seu instrumento imaginário, vai pra frente onde os músicos ficam, descansa a “caixa” no chão, “retira” seu instrumento, “coloca” no pescoço e está pronto para tocar.
Inicia o louvor e lá está ele imitando o tocador em todo o movimento e balanço possível. Seus dedos correm pelo instrumento imaginário enquanto seus olhos estão atentos às mudanças de notas e seus pés marcam o tempo e segura o ritmo.
Os olhares das pessoas não o inibem, para ele aquele momento é fantástico e nada lhe impede de experimentar aquela emoção de “tocar” o seu instrumento.
Diante disso me lembro do que o apostolo Paulo ensina em suas cartas ás igrejas. No livro de I Coríntios no capítulo 11 ele diz: Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.
Antes do encontro em Damasco, Paulo não aceitava que homens e mulheres seguissem os ensinamentos de Jesus. Ele os perseguia, açoitava e os conduzia as prisões.
Porém quando ele o conheceu se apaixonou. Por causa do amor se tornou imitador e em pouco tempo a sua fala, suas ações, seus sentimentos, suas feições, seu andar era como o de Cristo.
Quando olho para o Gabriel imitando os tocadores, sinto que logo estará tocando um instrumento de verdade. Creio que em breve desfrutará do prazer real de louvar a Deus com essa habilidade. Ele tem o ritmo, ele tem um olhar atento, ele é um bom observador e pelo que sei esse é um começo precursor. Que seus pais lhe encorajem a buscar o dom de Deus e a unção que faz toda a diferença no louvor.
Quanto a nós...
Que nossos olhos estejam atentos aos ensinamentos de Jesus.
Que como Paulo, nossa fala, nossas ações, nosso andar, nossos sentimentos e feições revelem que temos imitado Cristo.
Tenham todos uma boa semana.

Comentários

Anônimo disse…
Aprendo com os pequenos

A cada dia que passa as crianças da nossa Igreja esta nos dando bons exemplos.
Quem dera se todas as pessoas imitassem o que é bom e agradável a Deus, seria bom se todos os irmão tivessem a atitude dessa criança ao adorar a Deus, e apenas adorasse sem vergonha e sem se preocupar com olhares que nos observa, e quando começasse o louvor desse o seu melhor para Deus com o Gabriel faz. A cada dia quero aprender mas com as crianças e que o meu louvor possa ser perfeito e agradável como dessas crianças.
Agora quanto ao Gabriel vai ser difícil saber qual instrumento ele vai querer começar a tocar rsrs.
Elizeu Freitas
Miriam disse…
Que linda mensagem! Fiquei emocionada, que bom e maravilhoso seria se todas nossas crianças e jovens encontrasse em sua igreja modelos identificatórios, se nossso alvo sempre fosse alcançar um degrau acima na casa do Senhor. Que possamos ser imitadores de Cristo e possamos fazer milhares de discipulos. (André,continue crescendo na graça, que muitos outros possam se inspirar em você.) Miriam
Anônimo disse…
Muito boa essa matéria, é bom ver o Gabriel louvando a Deus assim, parabéns a ele e ao irmão André que tem incentivando essa criança rsrs,

Dc Lucas Freitas
GIL disse…
É muito bom ver o mover de Deus na igreja ,e fico muito emocionado de ver as crianças motivadas em louvar a Deus , nao importando com os erros , nen com a plateia mas como coraçao puro , aberto , disposto a louvar a Deus, creio que é isso que nós adultos temos que ter , um coraçao limpo e pronto para entregar o nosso louvor a Deus ,que Deus possa abençoar a cada um de nós e ao Gabriel parabens pelo seu desempenho kkkkkkkk
André Rodrigues disse…
Paz do Senhor !

Olha, eu nem tenho o que falar sobre o "Gabrielzinho" kkkk...
Confesso que às vezes me dá uma vontade de, no meio do culto, 'morder' esse menino kkkkkkkkkkk. Ele é, com toda ctza, uma inspiração que o Senhor me deu para continuar esta jornada. Tenho pensado numa frase que li: "Que o Senhor queime nossas vistas !", como fez com Paulo, ainda Saulo, no caminho de Damasco.
Só assim, poderemos ver com as 'vistas' de Deus, e louvá-lo com tanta liberdade e sinceridade de coração, não éh, Gabriel??? rsrs

PS.: Amém, irmã Miriam. O Senhor NOS conceda força e disposição mesmo !!!!!

Fik com Deus !
Desde a partida da Miss. Louise Lambeth tenho pensado muito sobre como estamos influenciando os outros.
Quantas pessoas, ao nosso redor, têm sido influenciadas com nossas atitudes e opiniões. O Pr. Baltazar nos trouxe uma mensagem no domingo que falou sobre Débora e sua influência na vida de outras mulheres e até mesmo, de muitos homens... Realmente precisamos nos preocupar com isto. Quando li os comentários do Bispo e sua esposa falando do caráter e da influência com a qual a Miss. Louise convivia na igreja, fiquei refletindo sobre como podemos influenciar mais pessoas para estarem na presença de Deus, para viverem em santidade, para ficarem firmes.
É como a Daphnne tem dito, as crianças e os jovens são hoje as pessoas que mais necessitam ser influenciadas... No dia do movimento da garotada podíamos perceber que os adolescentes se sentiam constrangidos em pular, cantar, fazer gestos e foi a partir do momento que os monitores se envolveram pra valer que eles também começaram a participar mais.
Que nossa vida seja um referencial para muitas outras vidas se chegarem a Deus.
Abraços

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…