quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Acertei o Alvo!

Após 13 anos voltei a percorrer o caminho que fazia nos meus tempos de aluna do ensino fundamental.
Foram sete anos fazendo o mesmo percurso; de casa para a escola e vice versa. Dizem que 1/3 da vida passamos na escola, evidentemente muito do que temos de experiências foram adquiridas dentro de sala de aula, recreios e demais eventos escolares. Tenho boas lembranças.
Tendo já concluído o ensino médio e superior volto no tempo cada vez que faço o trajeto e me deparo com uma curiosidade; a locação da escola (E. E. Joaquim Saraiva) e da universidade (Universidade Federal de Uberlândia).
Não sei se por estratégia ou não, é quase impossível fazer o trajeto para esta escola, em específico, sem passar pela universidade.
Semana passada fiquei com isso na cabeça.
Durante os anos de minha vida estudantil passei pela universidade, mas meu destino era a escola. Via as “pessoas grandes” com seus cadernos universitários enquanto tentava segurar a mochila e a lancheira ao mesmo tempo. Fim das manhãs ensolaradas voltava pra casa brincando com os “colegas” enquanto os universitários passavam apressados por nós concentrados com seus semblantes sérios.
No início nem passava pela minha cabeça que um dia estaria estudando ali até que os anos foram passando e o ensino superior foi se tornando um sonho. Na medida em que ia avançando as etapas olhava para a universidade e pensava na pergunta que sempre me faziam: O que você quer ser quando crescer?
Comecei a sonhar intensamente em uma formação superior de maneira que ao final do ensino fundamental e médio era impossível olhar para universidade sem desejar estar ali. Via-me estudando, sentia-me universitária e via-me formando. O sonho se realizou e hoje vejo quanto foi importante ter a universidade diariamente diante dos meus olhos nos percursos que fazia. Era como um alvo pra mim. Apontava que meus estudos me levariam a uma formação superior. Não que tenha sido uma “nerd”, mas nunca desviei meu foco. Eu adquiri um sonho e estava disposta a realizá-lo. Acertei o alvo!
Muitos outros colegas também conseguiram cursar uma universidade, porém outros se distraíram no percurso.
Alguns olharam para os bares nos arredores da escola e faculdade, trocavam os estudos por um tempo de diversão e bebedeira e se tornaram vazios de sonhos e conhecimento. Outros olharam para as academias trocando os estudos pelas aparências físicas. Estes se tornaram belos e atraentes, mas são vazios. Frágeis de caráter e pobres de sonhos.
Há muita distração pelo caminho, mas nada pode deter aquele que busca atingir seu alvo. Como é importante ter um alvo!
O que seus olhos conseguem ver pelo caminho? Você tem uma meta?
Espero que consiga ver além das distrações afim de que seja uma pessoa realizada, de bom caráter, rico em sonhos e agradável.

“... mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. Filipenses 3:14-15

3 comentários:

Débora Polycarpo disse...

Bela reflexão... me fez lembrar que persigo um alvo desde pequena, muitos sonhos surgiram ao longo dos anos, alguns já realizados, outros em construção, mas ainda ficou aquele sonho de criança... que espero alcnaçar algum dia.
Quanto ao alvo da fé estou com meus olhos nele e espero em Nome de Jesus que nada venha me distrair.
Bjs

Pastor Jefferson Souza disse...

Ola mana. Qdo li pela primeira vez este artigo minha memoria viajou em nossas idas e vindas para a escola Estadual Joaquim Saraiva. Sempre passo por la e lembro dos meus anos de estudo ali. Não dava para ir ou voltar da escola sem que o predio da UFU nos lembrasse que apesar de estarmos indo para o ensino fundamental o nosso alvo deveria ser a universidade. Desta forma em nossa vida espiritual pode ser que no hoje estamos indo a uma "escola" mas temos "universidades" no caminho nos lembrando que apesar do hoje, nosso alvo é o que vem amanha, e para isso devemos viver o hoje de forma a alcançarmos o amanha. Boas lembranças tenho daquela época, mas o hoje me faz me sentir que objetivos foram galgados. Um abraço e obrigado por trazer me esta memória. Te amo, seus textos são inspiradores...

Anônimo disse...

Ola!daphnne que linda mensagem,que bom que deus te deus esse dom de escrever e abençoar as pessoas atraves das suas palavras,experiência própria.Ao ler essa reflexão me fez lembrar de uma musica da jamile que diz o seguinte:
"Diga pra vida eu sou mais eu,diga pro alvo aí vou eu,flexa veloz nas maos de deus,vai em frente o mundo é seu,pois é a fé que faz o herói,a gente nasce é pra vencer"
Não desviarei do alvo!
Um Abraço
LORRAINE