segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Nada convencional!

No primeiro ano de faculdade o aluno tem em sua grade curricular uma disciplina chamada Métodos e Técnicas de Pesquisa (MTP). O objetivo desta é introduzir o aluno às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Não conheço ninguém que tenha gostado desta disciplina porque são 60 horas de aprendizado focado em normas: tipo de letra, tamanho, margens, citações, referências, recuos, espaçamentos e tantos outros.
Gosto muito de ver como Jesus realizou tantos milagres. Ele não padronizou sua forma de agir. Aliás, ele é Deus que age de múltiplas formas. Alguns de seus feitos nos dias atuais seriam causas de processos judiciários. A sociedade anda muito “sensível” a tanta coisa...
Desde o Antigo Testamento fatos milagrosos aconteceram de forma nada convencionais como foi o caso da cura de Naamã. (2 Reis cap. 5) Para ser curado da lepra ele precisou mergulhar sete vezes no rio Jordão.
No Evangelho de João cap.9 Jesus cura um cego. Como ele fez? Cuspiu no chão, misturou saliva com terra e colocou aquilo nos olhos do homem e mandou que ele fosse ao tanque de Siloé se lavar. Ele poderia simplesmente ter dito: Fique são ou ainda: veja. O resultado teria sido o mesmo, mas ele não fez assim.
Em Marcos cap. 7 Jesus faz algo ainda mais “diferente”. Ele cura um surdo. Como ele fez? Depois de levá-lo à parte, longe da multidão, ele colocou os dedos nos ouvidos do homem e em seguida, cuspiu e o tocou na língua.
Se fosse hoje, caberia processo?
Jesus curou um leproso e ordenou que ele não contasse nada a ninguém, ele deveria apenas cumprir a lei e mostrar-se ao sacerdote. Como ficar calado?
As pessoas o veriam na cidade e veriam seu corpo são.
Quando Jesus libertou o endemoninhado de Gadara ordenou que o homem ficasse na cidade e anunciasse o que ele tinha feito. Imagine o pânico daquela sociedade ao ver o homem que lhes causavam espanto vindo em sua direção...
Muitas vezes desejamos um milagre de Deus e não o alcançamos porque queremos estipular uma forma para que Ele aja.
Deus continua operando milagres. Ele pode fazer agora ou depois. Ele pode fazê-lo de maneira instantânea ou processual. Ele pode anunciar ou permanecer em silêncio. E... Ele pode não fazê-lo.
Ele pode requerer a fé. Ou Ele pode ajuda-lo na sua incredulidade (Marcos 9:24)

Graças a Deus por sua multiforme graça! Graças a Deus porque com Ele não há métodos convencionais. Ele nos surpreende! Com Ele até a tristeza salta de alegria!

Um comentário:

Fernanda Lourenço disse...

Ah, Daphnne, agora vc conhece alguém que gostou da aula de Metodologia: Eu. Por sinal quando começar a dar aula em ensino superior é uma das matérias que irei ministrar :)
E sobre o tema da postagem, sinceramente amo essa característica de Jesus, Ele é realmente surpreendente! Pena que normalmente as pessoas evitam essa característica e vivem uma vida comum e sem graça.
Agradeço ao Senhor por nos deixar seus exemplos maravilhosos!
Que nós sejamos surpreendentes como Ele!