Pular para o conteúdo principal

Quando o sinal está amarelo

Recentemente me submeti a uma sala de espera de um consultório odontológico enquanto acompanhava minha irmã. Novamente veio aquele sentimento...
Não gosto desse ambiente. Sala estreita. Assentos desconfortáveis. Mobiliário detonado amontoado num canto qualquer. Uma fonte de água artificial com foco de luz em um sapo?!? (O que era aquilo meu Deus!)
Paredes descascadas, uma TV pendurada acima quase no teto com antenas enormes, revistas desatualizadas jogadas numa mesa de canto. E claro... O som ambiente típico de um consultório odontológico. Aterrorizante!
Porque esperar tem que ser tão desconfortável?
Ah! Nunca vai encontrar nesse lugar um relógio. Monitorar o tempo de espera nesse ambiente é terminantemente proibido. Espera...
O sinal amarelo de um semáforo. O Pare de uma via. O apito de um guarda de trânsito. Uma resposta de um e-mail. Níveis de um elevador. Uma chamada telefônica...
Esses sinais são relativamente rápidos e temos certo conhecimento de seus intervalos. Nem sempre. É verdade! E mesmo assim é desconfortável.
Porém, há uma espera mais demorada. Uma espera que foge do nosso conhecimento. Uma espera do tempo que não é o mesmo que o nosso. É uma espera desafiadora para nós humanos, pois está intrinsecamente ligada ao tempo de Deus.
E o tempo de Deus não é como nosso como diz 2 Pe 3:8: Não se esqueçam disto, amados: para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia.
Diferente de uma sala de espera o tempo de Deus nos aponta esperança porque Ele tem o controle de todas as coisas. E como bem reconheceu Jó no cap. 42:2 Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido”, também Salomão em Pv 19:21
“Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do SENHOR permanecerá”.
Gosto do que o salmista diz a esse respeito no salmo 139:16
Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir. E não exatamente nessa ordem: Tal conhecimento é maravilhoso demais e está além do meu alcance, é tão elevado que não o posso atingir(v.6).
Bem, sendo assim, mesmo não havendo um relógio espiritual disponível para consultarmos é possível descansar no Senhor.
Espere! Eu não disse fácil. Certo?
Durante o tempo de espera pode nos sobrevir ansiedades, temores e incertezas. É natural. Faz parte. E ainda assim há descanso para quem crê em Deus, mesmo nessas circunstâncias. Sua palavra nos diz em Rm 8:28 Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Na verdade gosto da observação que a bíblia NVI (Nova Versão Internacional) traz no rodapé: Alguns manuscritos trazem Sabemos que em todas as coisas Deus coopera juntamente com aqueles que o amam, para trazer à existência o que é bom, com os que foram.
Isso faz diferença, quem é sua companhia durante a espera. Se Deus está contigo e no controle de todas as coisas o difícil se torna tolerável e assim podemos dizer como Paulo em Fp 4:13 “Posso suportar todas as coisas naquele que me fortalece”.
Em resumo a palavra de Deus é uma boa companhia enquanto o sinal está amarelo.

Comentários

André Rodrigues disse…
Paz do Senhor!
Há uns dias, enquanto falava com uma pessoa no telefone, pude pensar em como tudo isto que você disse é verdade. Eu conversava com alguem que estava num baita 'sinal amarelo', mas ainda podia sorrir e ter voz alegre. Pensei em como alguém pode conseguir sorrir no meio de dificuldades, em como alguém pode ver luz no meio da escuridão, e como ainda pode dizer: "mesmo com tudo isto (lado negativo), POSSO TODAS AS COISAS (lado mais que positivo)!"

Que o Senhor continue te dando inspiração para anunciar tão preciosa salvação.

Abraços,
André Rodrigues.

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…