segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Quer saber?

Vou dizer o que senti.
Primeiro, arrumar as malas para vir visitar a minha casa... Que estranho!
Chegar a minha cidade e não reconhecê-la... Estranho!
Minha casa, minha família... Minha casa, minha família, precisa dizer mais? Muito bom!
Igreja. Saudade! Saudade do meu “cantinho”, saudade do barulho... Foi muito bom!
Palavras que veio à minha mente: Betel, memorial, pedra de testemunho.
Você pode pensar que estou exagerando, mas isso acontece quando se tem 6 meses de distância da sua zona de conforto...
No fim, tudo é experiência.

Nenhum comentário: