Pular para o conteúdo principal

Chegou!

O mês de dezembro é chegado.

Parece que foi ontem que estávamos reunidos para a virada do ano, não é essa a frase mais comum que temos escutado? Enfim, ele chegou e anuncia um novo tempo.

Gosto de fazer um balanço de tudo que vivi durante o ano para pautar minhas metas futuras. Estou certa que não alcancei tudo o que desejei, mas posso acompanhar o poeta nas suas palavras...

Realizei o suficiente de metas para continuar estabelecendo novas metas.

Comentei com um amigo sobre a felicidade de ver algum proveito em minhas ações no decorrer do ano.

Tenho aprendido a trabalhar com metas e dividi-las em dois grupos.

No primeiro grupo coloco metas grandes e ousadas. No segundo grupo coloco pequenas metas, porém significativas. Dessa divisão tiro algumas lições.

Olhando para trás percebo que não alcancei as metas do primeiro grupo enquanto todas do segundo grupo foram alcançadas. Entendo que preciso reformular estas metas que não alcancei e melhorar suas definições; traçar meios para atingi-las e melhorar meu desempenho. Quanto às que alcancei, que alegria! Elas me mostram que consegui algumas realizações importantes.

Adquiri um pouco mais de conhecimento. Tenho lido bons livros, aprendido um novo idioma, conhecido lugares novos e pessoas diferentes. Tenho ainda aprendido mais sobre liderança e por conseqüência adquirido novas oportunidades de trabalho. Cometi erros. Aprendi com eles. Aprendi em tempos de comunhão com família e amigos. Aprendi em tempos de "solidão" com o silêncio de Deus. Estou segura de que não estou só!

Ainda não acabou, mas posso dizer que 2010 está sendo melhor que 2009.

Também posso acreditar que 2011 será ainda melhor.

Agradeço a Deus por tudo que ele é e por tudo que tem feito por mim. Agradeço pelas orações respondidas e também pelas orações sem respostas. Agradeço à minha família pelo amor e compreensão. Agradeço a todos que me ajudaram nas minhas conquistas e viveram ao meu lado na igreja, no trabalho e escola. Agradeço aos que estão perto e aos que estão longe acompanhando esse blog.

Deus seja contigo em todo tempo e que o término deste ano, com o decorrer deste mês de dezembro, você, sua família e todos seus entes queridos sejam abençoados com toda sorte de bênçãos de Deus. Um 2011 ainda melhor! Aproveito também para dizer a você que está longe, numa cidade vizinha, num outro estado ou país, mas que tem me acompanhado, muito obrigada por me prestigiar com sua visita.

Obrigada a todos que dedicaram um pouco do seu tempo para refletir comigo sobre diversos assuntos e aos que fizeram desse tempo uma oportunidade de compartilhar seus pensamentos.

Seus comentários são impulsos positivos para mim. Valeu!

Que suas metas grandes e pequenas sejam alcançadas gerando a cada dia boas reflexões!

Grande abraço. com carinho,

Daphnne

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…