domingo, 22 de agosto de 2010

"Sr..."

Ainda não tinha uma câmera digital, mas naquela ocasião se tivesse uma com certeza não perderia a oportunidade de registrar a cena.

Parei em um sinaleiro na cidade de Curitiba e em nossa frente estava um “motoboy”. Na caixa de sua moto estava fixado um adesivo que continha em letras grandes o seguinte pedido:

“Sr. Ladrão por favor, não roube essa moto.”

Tudo bem que essa não é uma forma eficiente de evitar um roubo ou ação de um ladrão, mas venhamos e convenhamos a mensagem é sincera e bem humorada. Pode até não evitar um crime, mas vai fazer algum mau caráter se sentir valorizado por ser tratado com educação.

Hoje fiquei pensando em situações em que nos vemos desprotegidos e queremos de alguma forma expressar os sentimentos dos nossos corações.

Por exemplo: Quando ouvimos uma conversa ao nosso respeito que não condiz com a verdade. Seria eficiente escrever um pedido em letras garrafais com a seguinte mensagem:

“Sr. Fofoqueiro, por favor não fofoque sobre minha vida.”?

Até que poderia ser uma forma eficiente, não é?

Acho que em pouco prazo teríamos diversas frases espalhadas por aí...

Nunca mais vi aquela moto em meus passeios por Curitiba, mas certamente nunca me esqueci da expressão criativa do “motoboy”. Tomara que sua sinceridade tenha lhe ajudado!

Um comentário:

Débora Polycarpo disse...

Bom dia... incrivél sua percepção das pequenas coisas, rsrsrsrsrsr, engraçado realmente!!!! Creio que se fossemos seguir o exemplo deste criativo motoboy não teria espaço no carro para tantas plaquinhas, não é mesmo?????
Abraços e um dia mui feliz.