Pular para o conteúdo principal

Quando?

A segunda, de dez pragas enviadas no Egito, foi a das rãs.
Relata a história no livro de Êxodo que as rãs subiam dos rios, entravam nas casas, nos dormitórios, subiam nas camas, nos fornos e nas amassadeiras.
Por todos os lados se viam rãs, elas saiam de todos os rios, lagos e tanques.
Dificilmente alguém pode ter esse anfíbio em estima e certamente era uma situação assombrosa.
Como os egípcios se deitavam, banhavam e alimentavam se por todos os cantos de suas casas estavam várias rãs saltando e coaxando?
Imagine o grito das crianças e o pavor das mulheres.
Faraó mais uma vez chama à sua presença os seus magos para testar seus poderes.
Observe que os magos provaram que podiam fazer o mesmo que Moisés e Arão fizeram pela ordem do Senhor e agravaram o problema fazendo surgir mais rãs das águas.
O encantamento dos magos do Egito não foi para fazer sumir as rãs.
Diante disso Faraó manda chamar Moisés e Arão para que eles rogassem ao Senhor que tirasse as rãs do meio do Egito, pois os magos não podiam dar fim naquilo que estava sob o domínio do Senhor.
Moisés e Arão se apresentam ao reio do Egito e perguntam quando é que eles deveriam rogar a Deus para que Ele fizesse cessar aquela praga. Quando é que o povo deveria se ver livre daquele assombro e tormenta.
O que você responderia?
Qual o tempo você suportaria naquela situação?
Certamente que se eu tivesse que responder aquela pergunta não resistiria a um “berro”: AGORA! Quero me ver livre desse problema agora mesmo! Nem mais um segundo com esse incômodo! Nem mais um segundo!
Mas... Não foi essa a resposta de Faraó.
Ele respondeu: Amanhã.
Como é que é?
Ele ainda estava disposto a passar mais um tempinho com as rãs? Ele queria um pouco mais de convivência com aquele incômodo?
Dizem que coceira de bicho-do-pé é agradável, deve ser uma idéia faraônica.
Essa pergunta pode ser feita a você hoje.
Quando você quer se ver livre daquilo que lhe causa transtorno?
Suas orações podem ser atendidas. Mas, você está pronto? Você já disse: Basta!?
Você realmente está disposto a trabalhar quando ora a Deus pedindo um emprego?
Você está realmente disposto a estudar quando ora a Deus pedindo uma oportunidade de entrar numa faculdade?
Você está disposto a se levantar da cama e viver dignamente quando pede a Deus a cura?
Quando isso deve acontecer? Amanhã? Ou agora mesmo?
Que sua resposta seja direta como a do cego que por Jesus foi interrogado sobre o que ele queria receber e ele respondeu que queria ver e imediatamente teve visão.
Se a sua resposta for como a de Faraó, assim será! Mas, amanhã é longe demais para quem tem hoje a oportunidade de receber a vitória!
Vamos colocar nossa fé em ação?

Comentários

André Rodrigues disse…
Paz do Senhor!

Um 'berro' de "AGORA" não seria mal, com certeza! Passamos tanto tempo deixando as coisas acontecerem, quando podemos, e devemos tomar alguma decisão, uma atitude que vai mudar caminhos, marcar não só nossa vida, mas das pessoas que estão a nossa volta.
Um 'BASTA!' nesta situação só vai prejudicar as 'rãs' kkkkkkkk. E quem aqui vai ficar com pena delas????????
Josilene disse…
Meu Deus! Nunca tinha pensado sobre esse "ponto de vista". Ok, Daph...se é para responder kkkk, eu respondo: "Quando"??? AGORA!!!
Tomar uma atitude é mais do que suficiente para o agir de Deus, por isso, me coloco na posição de pedir um basta em algumas coisas...eporque amanhã...realmente é longe demais!

Abraços
Miriam disse…
Minha querida, meu esposo e eu respondemos AGORA! Há coisas que realmente se Deus me der o direito de escolha, eu quero resolvido agora. Como disse o André não preocuparia em desaparecer ou prejudicar as rãs... Te amo Miriam
Fernanda disse…
A paz do Sr.Jesus irmã Daphnne :)

Seus amigos leitores gostaram de dar um BASTA nas rãs (rsrsrs).
Mas sabe, o que mais me causou reflexão foram seus questionamentos sobre a disponibilidade de agir/obedecer no momento que pedimos algo pra Deus... São muitos os cristãos que pedem ao Senhor experiências, mas quando chegam as oportunidades de tê-las acabam não obedecendo porque não compreendem o que Ele pediu...
Que isso não aconteça com nenhum de nós, que pelo contrário, sejamos ousados para obedecer e atentos para ouvir a voz do Senhor Jesus.
Sua amiga (com saudades),
Fernanda Lourenço

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…