Pular para o conteúdo principal

Aprendizado na Caverna

Diz a história que ao saber que Davi estava na caverna de Adulão muitos homens foram se juntar a ele. Eram homens endividados, desgostosos e em apuros.
O que faz um grupo de homens endividados, desgostosos e apurados em uma caverna?
Neste caso posso afirmar que este grupo entrara para uma escola para um precioso aprendizado. A escola de valentes.
Já ouviu falar dos “valentes de Davi”?
Se não sabe, gostaria de convidá-lo a passear pela história bíblica...
Davi fugiu da presença do rei Saul a fim de preservar sua vida. O destino de sua fuga foi a caverna de Adulão.
Se você ler o que diz a história vai perceber que o rei Saul intentava matar Davi porque o temia e reconhecia que Deus havia entregado o reino de Israel em suas mãos, quanto mais se conscientizava disso, mais seu ciúme e inveja aumentava.
Davi por sua vez era um homem de caráter e reconhecia a unção de Saul e por isso fugiu da presença dele para não tocar no ungido do Senhor.
Na caverna então, Davi se tornou comandante do grupo e começou a ensiná-los, era com ele uns quatrocentos homens.
O que Davi ensinou a eles não está relatado, mas nos próximos capítulos quando sai para batalhas vemos claramente que não está sozinho.
O relato diz que Davi e “seus valentes” saiam como leões e velozes como corça.
Sabe o que me intriga nessa história?
A eficácia do ensinamento de Davi e o aprendizado de seus homens.
Davi era um homem temente a Deus e sabia agradá-lo com um coração reto. Ele sabia que Deus havia lhe ungido e, portanto não temia as adversidades.
Certamente na caverna de Adulão ele encorajou os homens a confiar nesse Deus forte e poderoso. Não tenho dúvida de que demonstrou tanta firmeza no seu caráter que tenha contagiado os desgostosos e fez com que voltassem a ter gosto pela vida e vontade de vencer.
Ele os ensinou a liderar suas emoções. Ele os ensinou a vencer as dívidas. Ele os ensinou a lutar sempre e desistir jamais!
Onde Davi aprendeu tudo que sabia? “Trabalho de campo” com Deus!
Então... Na próxima vez que você tiver se sentindo desgosto, ou tiver endividado e em apuros desejando entrar num lugar fechado para estar sozinho, lembre-se que na “caverna” é possível ter um aprendizado. Tenha disposição para aprender com Deus a superar os desafios e tome atitude de fé!
Quem conhece a Deus se esforçará e fará proezas! (Daniel 11:32)
* caverna de Adulão (I Samuel 22, I Crônicas 11)

Comentários

André Rodrigues disse…
Paz do Senhor!
É interessante como algumas coisas acontecem... Paulo disse que "quando estou fraco, então é que sou forte" e isso tem muito sentido nessa passagem da vida de Davi. A situação que ele vivia não era das melhores, e a dos seus homens então, nem se fala! Mas em situações tão difíceis, eles se juntaram em NOME DO SENHOR e decidiram vencer. E além disso, decidiram reconhecer que careciam do Senhor, e que ainda necessitariam aprender muitas coisas. Foi o que aconteceu. Aprenderam e venceram.
Obrigado por mais uma vez se deixar ser usada por Deus trazendo essa bela mensagem.

Fik na Paz do Senhor e tenha uma boa semana...
Anônimo disse…
ola!!! paz do senhor parabens pelo blog e essa mensagem é muito edificante fala fundo no meu coração... que deus esteja sempre te capacitando para escrever essas mensagens lindas que edifica os nossos corações!!! beijo deus abençoa!!!
LORRAINE
Anônimo disse…
Paz! Pois é, quantos são os momentos em nossas vidas em que necessitamos de uma caverna urgentemente. São estes os momentos em que temos a oportunidade de aprender a sobreviver em meio as lutas e guerras que travamos em nosso dia-a-dia...e ninguém melhor que o nosso Deus para nos ensinar e nos tornar valentes!!!
Que o Senhor possa ser nosso guia todas as vezes que necessitarmos entrar na caverna, para que lá possamos aprender o que for preciso e, assim, sairmos preparados para guerrear e sermos vitoriosos.
Mais uma vez, parabéns pelo artigo!

Abraços
JOSI / SP
Anônimo disse…
Missionária .
O SENHOR tem dado Graça a vc e a nos o privilégio de ter vc como Amiga . Estamos te esperando para uma grande festa em Uberaba. Um abraço do teu irmao em CRISTO . Diacono Jose Anderson

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…