quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Fora engano!

O telefone toca insistentemente. Não tenho como atende-lo no momento. Estou só em casa e ocupada. Infelizmente o barulho de telefone tocando não passa despercebido.  Atordoada, deixo o que estou fazendo e atendo o telefone:
- Alô?
- Alô, vocês fazem ultrassom?
Ah não! De novo? 
- Não, este telefone é residencial.
- Aqui na internet está falando que é da clínica (tal). 
- A informação na internet está errada.
E... assim vai. Mais uma ligação ‘por engano’. Seria facilmente desconsiderado se não recebêssemos várias ligações destas por dia. Algumas pessoas querem saber qual o telefone correto, se posso pegar o telefone da clínica ‘ao lado’ (ao lado de quê criatura? Não existe clínica de ultrassom próximo da minha casa, a informação é que está errada na internet). 
Desde que a internet passou a divulgar guias telefônicos, as listas amarelas que chegam às casas ficaram sem muita utilidade. Afinal, com um clique se consegue a informação que precisa (ou não) e com a lista se perde minutos preciosos procurando. 
Recebemos no mínimo duas ligações por engano diariamente. No mês nem sem dizer quantas são. Pelo que parece este problema não tem solução.
Há muita informação na internet. Acredite, no mesmo site que contém a informação errada, contem um comentário meu dando conta do engano. Mas, infelizmente, as pessoas que buscam o telefone, não a leem. 
Uma informação errada causa muito transtorno. Neste caso do telefone, para mim e para minha família e para as pessoas que estão desesperadas por encontrar uma clínica de ultrassom. (Existem pessoas e pessoas, acredito que alguns dos que ligam por engano realmente estão precisando de uma consulta urgente...).
Então como julgar a credibilidade? Neste caso, seria entrando na página da companhia telefônica, a mesma que distribui as listas amarelas, e procurar lá o numero correto. Porém, alguns preferem os atalhos. Outros sites. E então, são enganados.
Domingo na escola bíblica, estava ministrando uma aula sobre a Autoridade das Escrituras (bíblia sagrada). Encontramos diversas pessoas que vivem enganadas por mensagens, doutrinas, ritos e religiões falsas. Elas sabem da existência da bíblia, mas não creem nela. Como a bíblia pode ser verdadeira? 
Existem alguns argumentos para isto, mesmo para os que não creem. A natureza, a história, a ciência, a arqueologia e a consciência humana dão conta da existência de Deus e assim confirmam o que as escrituras dizem. “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”; 2 Tm 3:16. Deus inspirou e o homem escreveu. E por que tantas interpretações? Tantas religiões? Tantas igrejas? Só há uma explicação: alguns estão dando para a bíblia a sua interpretação pessoal, distorcendo o que nela está escrito.  Como saber qual a interpretação correta? “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação”. 2 Pe 1:20. A bíblia só pode ser interpretada através do Espirito Santo, não é de livre interpretação. Se você tem o espirito de Deus, então esteja seguro de que Ele o encaminhará em toda a verdade: “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir”. Jo 16:13
Não permaneça no engano. Isto te prejudica. Busque a Deus e a sua verdade e viva em paz!

Um comentário:

Débora Polycarpo disse...

Querida Daphnne, realmente as aulas estão sendo muito boas. Na verdade precisávamos de seminários e não aulas de uma hora, pois o assunto além de ser instigante e interessante requer tempo para ser estudado.
Obrigada!!!!!