quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O que aprendi em 31 anos

Certo engraçadinho disse que o segredo para não envelhecer é morrer novo. 
É verdade! Como não quero morrer nova, aceito o desafio de envelhecer. 
Já outro disse que nós não envelhecemos, ficamos mais experientes. 
Hum... A verdade ronda esta afirmação, mas além de experientes, envelhecemos também.
E qual o problema? A vida é assim mesmo. Tudo depende de como a encaramos.
Não sou velha, mas também não sou mais uma criança...
Já aprendi muita coisa na vida e estou disposta a aprender muitas coisas mais.
Eu aprendi que Deus existe, ele é um só! Ele é onipresente, onisciente e onipotente. Ele se manifestou como pai na criação, como filho na redenção e está conosco em espírito cujo caráter é santo.
Eu aprendi o quão importante e especial é ter uma família, um lar e o amor Storge.
Eu aprendi que para começar a andar tem que estar disposto a cair.
Eu aprendi que para alcançar algo novo é preciso correr riscos.
Eu aprendi que o ser humano é falho.
Eu aprendi que o erro ensina grandes lições
Eu aprendi que desistir é escolha assim como continuar o é.
Eu aprendi que o fogo queima, a água molha e que o pão com manteiga quando cai no chão sempre cai com a manteiga para baixo.
Eu aprendi coisas importantes e coisas que não fazem diferença alguma, mas que por alguma razão foram estudadas e cientificamente registradas.
Eu aprendi que amizade é algo difícil para se conquistar e muito fácil para se perder.
Eu aprendi que comunicação é uma via de mão dupla.
Eu aprendi que não é necessário ter uma formação acadêmica para ser presidente de um país.
Eu aprendi que os estudos fazem muito bem para a mente.
Eu aprendi que viajar de avião é muito confortável e proporciona uma visão incrível que se pode admirar pela janela.
Eu aprendi que cair de um caminhão pode machucar bastante.
Eu aprendi que uma formação não é garantia de sucesso profissional.
Eu aprendi que nem todas as histórias de vida são iguais.
Eu aprendi que contos de fada só existem na ficção.
Eu aprendi que precisamos nos dar valor para que os outros nos deem valor.
Eu aprendi que o aperto nos faz perder a vergonha.
Eu aprendi que cozinhar sem obrigação pode ser muito prazeroso.
Eu aprendi que pintar é uma ótima forma de me sentir bem.
Eu aprendi que nada é mais relaxante que um banho de mar.
Eu aprendi que minha voz é mais bem aproveitada quando falando do que cantando.
Eu aprendi tudo isto e muito mais! Quer saber? Falta muito que aprender. Faltam lugares para conhecer. Falta conquistar muitos objetivos. Faltam degraus para subir. Falta porque a vida continua e sigo aprendendo!
Quando não faltar mais nada é porque terei terminado minha história nesta vida e então terei aprendido tudo que precisava e envelhecido da melhor forma possível... Da forma como Deus escreveu para mim.
Por enquanto agradeço a Deus por me dar mais um ano de vida e a oportunidade de continuar aprendendo. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns irmã Daphnne por mais um ano de vida, que esta data possa se repetir por muitas e muitas vezes mais, como você mesma disse são tantas coisas para aprendermos...mas nosso tempo por aqui é curto diante de tudo isso. Sendo assim viva cada instante da melhor forma possível e que um dia você possa olhar para traz e dizer que valeu a pena cada um destes aprendizados aqui. Parabéns

Dc Lucas Freitas