Pular para o conteúdo principal

Desperte seus dons!

Ontem fiquei como criança quando ganha um doce quando vi o resultado de um desenho. 
Sempre fui fã de papeis e lápis. Comecei a desenhar desde criança e a partir da 3° série do ensino fundamental meus riscos foram melhorando significativamente. Tive colegas na escola que me ensinaram muito com a habilidade deles.
Quando entrei na faculdade de design de interiores passei a desenhar desenhos técnicos e fui deixando de lado os desenhos de “mão livre” para desenhar com réguas, esquadros, compassos e usando o computador. 
Vejo meus sobrinhos desenhando o tempo todo e fico me lembrando do meu inicio com os desenhos. De vez em quando eu me junto a eles para desenhar, mas fazia muito tempo (anos possivelmente) que não pegava meus materiais para desenhar em casa. Fiz isto ontem.
É engraçado. Me senti tão bem desenhando... Fiquei feliz em saber que a habilidade está dentro de mim, só basta exercitá-la. 
Com isto me lembrei da instrução do apostolo Paulo a Timóteo em 2 Tm 1:6 que diz: “Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela imposição das minhas mãos”.
Timóteo era um jovem cristão com um ministério. Enfrentava a dificuldade de exercer a liderança por sua pouca idade. Paulo o aconselhou a despertar o dom que ele tinha para o ministério sendo fiel e ousado na palavra não se entregando aos desafios e nem enfraquecendo na fé.
Deus dá dons aos homens e o melhor disto é que os seus dons são irrevogáveis. “pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis”. Rm 11:29. Significa que não podem ser anulados. Uma vez que recebeu um dom de Deus nunca mais ele será retirado.
Pode ser que com o passar dos anos os dons se adormecem dentro de nós. Ficam esquecidos... Porém, é necessário despertá-los e isto só é possível quando fazemos uso destas habilidades.
Siga as instruções de Paulo e desperte seus dons, você se alegrará com o resultado do seu trabalho!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…