Pular para o conteúdo principal

Graças a Deus pelos pastores

Há uma passagem interessante na bíblia sagrada a respeito do assunto: ocupação / profissão. Refiro-me ao cap. 46 de Gênesis quando Jacó é instruído por José a apresentar-se à Faraó dizendo sua profissão sem titubear. Jacó e seus filhos eram pastores que se ocupavam em apascentar gado e esta profissão era abominação para os egípcios. Interessante que José sabendo disso não quis que Jacó seu pai negasse sua profissão para obter vantagem, mas enfatizasse e tivesse honra confirmando ser o que sempre foi: um pastor. José tinha o favor de faraó e assim seu pai e irmãos se instalaram em Gósen, o melhor da terra do Egito.
Fiquei muito emocionada quando o bispo Jonathan Alvear ao homenagear minha irmã Miriam no culto de ação de graça pela formatura, mencionou sua observação sobre a cerimonia de formatura realizada na noite anterior. Ele disse que ao olhar para o salão onde acontecia o evento o que chamou sua atenção foi que nas mesas reservadas para os convidados da minha irmã havia seis pastores (Bp. Jonathan Alvear, bp. Adan Alvear, pr. Gerson Alvear, pr. Baltazar de Souza, pr. Jefferson de Souza e pr. Adan Alvear). Apesar de mais de 90% dos formandos serem evangélicos não havia outro que fosse tão prestigiado com a presença de tantos pastores como ela.
Meu bisavô e avô materno foram pastores, meu pai, irmão e cunhado são pastores, sou sobrinha de pastor, estou no meio de pastores desde o nascimento e para mim é uma honra estar neste meio, embora para muitos esta ocupação não seja digna de respeito. Muitos ao ouvirem os escândalos que envolvem religião generalizam esta ocupação como corrupta, imoral e usurpadora. Porém eu sei que existem pastores que se dedicam a Deus, que se humilham diante dEle para serem instrumentos em suas mãos. São homens sinceros e dispostos ao trabalho na obra do Senhor. São “terapeutas”, são conselheiros, são mediadores, são “médicos”, “advogados”, são homens para toda a hora (principalmente dos dias ruins).
E... Pensando nesta ocupação me alegrei muito por todos os pastores que não o são apenas no nome, mas na honra, na verdade e na dedicação a Deus.
Quando estávamos nos despedindo do bispo Jonathan Alvear depois do jantar na segunda-feira oramos ao Senhor Jesus. Mais uma vez havia naquela reunião alguns pastores, quatro. Foram apresentados pedidos de oração. Foi um momento emocionante, havia uma unção de Deus naquele lugar. Embora houvesse problemas em nossa meio, necessidade de socorro do Senhor para nossas vidas, havia pastores! Homens de Deus que estão andando em obediência a Ele e a certeza de que nossa oração estava sendo recolhida por anjos...
Como é bom ter pastores em nossas vidas! Homens que não negam sua ocupação. Homens que não se deixam vencer pelas tribulações, mas perseveram na fé. E como disse Tiago no cap. 1 e verso 4 de seu livro, a perseverança deve ter ação completa a fim de que sejamos maduros e íntegros sem nos faltar coisa alguma.

Comentários

Miriam disse…
Meu Deus que linda meditação! Concordo com tudo o que foi dito, graças a Deus por levantar homens que velam por nossas vidas, e o próprio Deus foi chamado de pastor!
O Senhor é o meu pastor, nada me faltará...
Beijos de sua fã e irmã, Miriam
Anônimo disse…
Estou emocionada ao terminar a leitura deste post. Grandes verdades. Verdades preciosas. Um privilégio.
Michelle Alvear

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…