quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Bem ancorada

No início do mês de dezembro estive em Florianópolis e aproveitei muito a oportunidade que tive de estar no mar. Brinquei na água com minha irmã e meus sobrinhos como uma criança e foi muito bom!
Nos dias que passamos lá pude reparar que alguém havia deixado ancorada uma pequena embarcação um pouco a frente de onde estávamos brincando. Olhei várias vezes na direção daquele barquinho, parecia estático apesar das ondas.  
Aquela imagem me fez lembrar um texto que publiquei aqui no blog há muito tempo sobre a âncora da alma. Você se lembra? A expressão está no livro de Hebreus cap. 6 e se refere à esperança – a esperança nas promessas de Deus é a âncora da nossa alma é o que diz o escritor aos hebreus.
Fim e inicio de ano me faz meditar sobre esperança. Sempre temos a esperança de que o ano novo será melhor. Nossas palavras sempre convergem para este assunto. Esperamos ter mais saúde, uma vida espiritual melhor, um relacionamento familiar melhor, emprego melhor, melhor desempenho nos estudos ou profissão, esperamos realizar grandes obras, materializar nossos sonhos...
Esperamos e sempre esperamos pelo melhor! Não é assim?
Lá no livro de Hebreus encontramos algo muito interessante. O escritor fala de uma esperança que funciona como âncora. Uma sustentação firme que não permitirá que o nosso barquinho vá a pique que é a esperança nas promessas de Deus.
Por que ele está tão convicto de que esta esperança é como âncora? Simples, está fundamentado na imutabilidade de Deus. Ele aponta dois aspectos desta imutabilidade. Deus não é injusto e não mente. Precisa mais?
O que quero dizer nesta primeira reflexão de 2013 é que se você precisa de algo para se apoiar neste ano novo, se precisa manter o seu barquinho firme apesar das ondas... Firme-se em Deus e em suas palavras. Ele é imutável. É o mesmo ontem, hoje e eternamente. Siga navegando firme e constante rumo a uma vida de vitória. Com Cristo no barco, tudo bem!

Nenhum comentário: