domingo, 3 de junho de 2012

Ah... O amor!

Algum tempo atrás a BV Filmes trouxe para o Brasil um livro que se tornou num curto período de tempo recordista de vendas no meio evangélico; um devocional voltado para casais com um desafio proposto para 40 dias. O livro “O desafio de amar” caiu no gosto do povo evangélico e por algum tempo foi um dos assuntos mais comentados. Casais correram nas livrarias para adquirir exemplares e iniciar o desafio.
Apesar de não estar num relacionamento amoroso também comprei um exemplar e entrei no clima proposto. Perdão, Paciência, bondade, atenção, fé, confiança são alguns dos 40 conceitos abordados no livro.
Foi uma experiência válida para mim e acredito que para muitos dos que se prontificaram a vivenciar na prática princípios tão importantes que às vezes deixamos adormecer em nosso interior.
Esse foi um dos poucos livros que trouxe comigo na minha mudança para Curitiba. Porém depois de três meses e poucos dias hoje foi a primeira vez que o peguei para folhear.
Muitos princípios são muito entendidos, aceitos e exercitados na teoria, no entanto quando experimentados na prática tornam-se extremamente desafiadores.
Somos facilmente seduzidos por alguns temas e com o passar do tempo nos voltamos à nossa zona de conforto. Assim como o livro abandonado na prateleira deixamos o pó assentar em nosso interior e perdoar, ser paciente, exercer a bondade, prestar atenção, creditar confiança torna-se difícil novamente.
É preciso sacudir o pó...
É preciso sair da zona de conforto...
É preciso, por mais que seja difícil. Por mais que seja redundantemente desconfortável. Pois a vida continua. E amar ainda é o maior desafio da vida. O maior mandamento divino. O maior sentimento. O mais excelente principio. O maior dom.

2 comentários:

Anônimo disse...

Palavras sábias. Hoje meu dia será melhor, mesmo que o "céu" em Ctba esteja desabando rsrsrs Obrigada por mais uma vez compartilhar sua visão ampliada de mundo. Estar com você é sempre uma alegria.
MVDBFAlvear

Anônimo disse...

“E amar ainda é o maior desafio da vida”... Com certeza pequena Daphnne, com certeza. Quando você me disse que estava tentando praticar as lições deste livro por causa do relacionamento com os outros achei engraçado, porém compreendi mais tarde o que você buscava. Com certeza amar ainda é o sentimento, a razão, a necessidade mais desafiadora do ser humano. É difícil amar quem te aborrece, quem te entende mal, quem te calunia, quem te chama de mentirosa, quem te acusa, quem te menospreza, etc., etc. Mas, se O nosso Senhor Jesus, conseguiu amar todos aqueles que o rejeitaram, nós também podemos conseguir, não é mesmo. Bjs tia Débora