Pular para o conteúdo principal

Perseverança

Em uma convenção de vendas, o gerente de vendas levantou-se diante dos dois mil vendedores de sua firma e perguntou:
- Os irmãos Wright alguma vez desistiram?
- Não! - gritou o pessoal de vendas.
- Charles Lindbergh alguma vez desistiu? - perguntou ele.
- Não! - gritaram novamente os vendedores.
- Lance Armstrong alguma vez desistiu?
- Não!
Ele gritou pela quarta vez:
- Thorndike McKester alguma vez desistiu?
Houve um confuso silêncio por um longo instante.
Então um vendedor se levantou e perguntou:
- Quem é Thorndike McKester? Ninguém nunca ouviu falar dele.
O gerente de vendas respondeu bruscamente:
- É claro que você nunca ouviu falar dele. Ele desistiu!
(Adaptado de ISAACSON, Max. How to Conquer the Fear of Public Speaking and Other Coronary Threats. Rockville Centre, NY: Farnsworth Publishing, 1984, 77) - Talento Não é Tudo - John C. Maxwell

Esse conto poderia ser adaptado de muitas maneiras para nós no Brasil e em cada estado desse país cheio de talentos, não é mesmo?
Com isso gostaria de incentivar a todos que estão participando do Jejum Coletivo do Povo de Deus. Permaneçam no propósito a qual intentaram entrar! Breve o desafio vai passar e o benefício ficará!

Comentários

Estava na reta final da pós-graduação e ficava imaginando como seria, se por algum motivo alguém desistisse naquele instante. E por mais incrível que isto possa parecer uma colega o fez. Faltavam alguns dias apenas e a apresentação do TCC. Estava tão perto da conclusão. Foi um choque para toda a turma. Algumas de nós choramos, com grande dor, diante do ocorrido. Não adianta correr se você não ultrapassar a linha de chegada. Não tem como dizer eu fiz isto ou aquilo, sou formada, sem ter concluído o que havia começado. Não dá pra lembrar-se dos que desistiram como exemplos para nossa caminhada. Lembramos sim, mas com pena, com sentimento de tristeza. Os obstáculos parecem ser maiores do que realmente são. Ás vezes a dor é maior do que tudo. Parecemos estar lutando sozinhos. Mas, como a história descrita pelo Rev. Jhonathan precisamos prosseguir, mesmo que pareça uma loucura, fanatismo, alucinação. A maioria das pessoas deseja o troféu que está na mão do vencedor, mas não são capazes de suportar o que ele sofreu para chegar ao pódio. Abraços, Daphnninha

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…