quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Daquelas palavras nunca me esqueci

Freqüentemente escrevo sobre minhas memórias. Geralmente são acontecimentos dos meus tempos de criança ou dos meus anos de escola ou ainda de minhas experiências na fé, na família, no meio social e que encontraram lugar privilegiado em minha memória.
Esses momentos de recordações são como vento suave num dia ensolarado.
Outro dia ouvi alguém contando sobre palavras que escutara a muito tempo de um grande pregador e nunca esquecera.
Certamente você também guarda experiências assim.
Que tal tirar de sua memória aquelas boas palavras das quais nunca esqueceu?
Compartilhá-las pode lhe trazer satisfação e recordá-las uma alegria no coração.
Então, a respeito de quais palavras você pode dizer: delas nunca me esqueci? 

6 comentários:

Pr Anisio Ferreira de Abreu disse...

A paz do Senhor Irmã Daphnne,
A uns 11 anos atrás ficou gravado na minha memória as palavras de meu pastor ao me ungir a evangelista local,nunca ungi ninguem e espero não me arrepender de te-lo ungido,dificil o dia que não me lembre destas palavras.
Pr.Anísio.

Miriam disse...

Oi, seria necessário um livro para eu poder por todas as palavras que marcaram e que de algum modo me transformaram na pessoa que sou. Citarei a história do papai para ensinar que nossos melhores amigos são nossos irmãos, minha mãe ensinando por que nós deveríamos usar só saia, uma mensagem do bispo Jhon L, sobre a fragilidade da fé, Deus me falando que o Gerson seria meu marido... em tempos de crise essas palavras me sustentam. Beijos, te amo, Miriam

Fernanda Lourenço disse...

Pra variar você nos fazendo usar a "cuca". Então, na verdade eu poderia escrever muuuitas palavras que fazem parte de um repertório privilegiado em minha mente e coração, mas escolhi uma especial, que de tempo em tempo me toca e traz renovo. Em uma época que eu estava "morna" em relação aos sonhos de Deus pra mim, Deus usou um louvor pra falar fortemente ao meu coração: "Não desista, não pare de crer, os sonhos de Deus JAMAIS vão morrer". E sempre que preciso de um renovo, quando menos espero esse louvor começa a tocar dentro de mim e estas palavras latejam horas e às vezes dias em minha mente, até que eu retome às forças e continue a caminhada para a realização dos sonhos de Deus em minha vida.

Super Cris disse...

"Mudanças para melhor exigem um esforço maior".
Esta frase anda sempre comigo e já me ajudou bastante! Um abraço Daphnne!!
Cris Hermógenes

Débora Polycarpo disse...

Você é simplesmente "perturbadora", rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr!! Acho que ouvi esta palavra em algum lugar.kkkkkkkkkkkk.
Bom, creio que ao longo da vida colecionamos palavras que, vez ou outra, tiramos do arquivo para inflamar nossa esperança. Palavras que nos marcaram nos momentos inesperados da nossa vida. Elas surgiram da boca de pessoas, dos livros, dos hinos. Quando conheci meu esposo ele me escreveu uma frase, “Eu te amo faz uma eternidade". Até hoje me emociono quando a leio. Já, em uma das viagens que fizemos para um dos encontros de mulheres começamos a louvar a Deus, na van, com o hino Sonda-me da Aline Barros e fui impactada fortemente no trecho "Eu quero ser usado da maneira que te agrada"; eu não sabia bem o porque, mas não podia parar de chorar. Era algo que estava lá dentro da minha alma sendo sacudido, sendo arrancado, sendo ministrado. E pra terminar, embora, tenham muitas e muitas palavras que marcaram a minha vida. Quando as coisas não vão bem eu repito bem alto "Eu nasci pra te adorar". Daphnne é muito interessante parar e pensar nas palavras que nos marcam. Que efeito uma palavra boa pode causar. Ah! Uma vez minha irmã, querendo que eu passasse sua camiseta me disse: Nossa você passa camiseta tão bem! Caprichei tanto naquele dia e fiquei caraminholando sobre o ocorrido. Até que, depois de alguns dias, perguntei se ela achava mesmo que eu passava camiseta muito bem e ela respondeu que não, que eu passava como todo mundo, mas como ela queria que eu passasse me elogiou. Pois, é!!!
As palavras têm um grande poder. Bjs, se não não para mais.

Jean de Paula disse...

Dois acontecimentos que não sai da minha memória, o primeiro foi numa 5ª feira a mais ou menos 7 anos atrás na AIDB ai de uberl, me lembro q agente tava em um culto de oração que o Pastor Baltazar promoveu em Prol da minha mãe que estava passando por um estado critico de saúde(tumor no estomago), me lembro como se fosse hj, estávamos em poucas pessoas e o Pastor convidou a todos a irem na frente e fazer um circulo para interceder por minha mãe, me lembro q orava cada um por vz isso em sentido horario, e chorei muito naquela noite, foi muito especial pois naquele dia tomei a decisão de me batizar mas o que mais me tocou e foi algo forte, foi quando ao termino da oração o Pastor disse que ele tinha sentido de Deus que minha mãe já tinha sido curada no momento da oração, e me lembro q depois de alguns dias ela fez alguns exames para então fazer uma cirurgia, e nos exames não constataram nada, e comparando com os exames anteriores que constataram o tumor, os medicos ou o medico q estava acompanhando ficou sem entender. Deus curou! Gloria Deus pela cura, por ter ouvido e recebido as orações, e por ter usado o Pastor poderosamente.
O outro acontecimento se eu não me engano foi a mais ou menos 13 anos atrás, me lembro q tinha poucos anos q estávamos morando em uberl, minha mãe e meu pai já estavam freqüentando a Igreja(AIDB), e lembro que a Irmã Maria Barbosa estava também passando um momento de saude difícil e delicado, havia risco dela morrer, me lembro q nós morávamos em uma casa na Ant-19 no bairro St Monica, e o Pr Jefferson(na época Ev), foi lá em casa visitar nós, não me lembro se vc estava nesse dia, lembro q ele pediu para nos orarmos e intercedermos juntamente com ele naquele momento mesmo la na sala de casa, dobramos o nosso joelho e oramos, na oração o Jefferson chorando pediu pra Deus q não levasse sua mãe, mas disse também q o Senhor fizesse a vontade dele, mesmo que a familia sofresse, que o Senhor fizesse a vontade dele na vida dela. Apartir daí orávamos todos os dias, lembro q minha mãe sempre colocava um hino para ouvir lá em casa e esse hino fazia com q minha mãe lembrasse e sempre ate hj quando minha mãe escuta ele ela lembra da Irma Maria, das orações da igreja pela vida dela e lembra da vitoria q Deus concedeu a ela q é continuar no nosso meio. O hino é o Bate Coração(Shirley Carvalhaes)o trecho q minha mãe mais gostava do hino era: “Coração amigo,você precisa se reanimar,se não chegou a hora de parar,desperta que Deus quer falar contigo,coração amigo,milhões estão orando por você,desperta você não pode morrer,sozinho nada faço sem você.”

Essas duas palavras de outras tantas q tambem não sai da minha memória, são as mais importantes e especiais, e jamais vou esquecer.

-sentido de Deus que minha mãe já tinha sido curada no momento da oração.

-chorando pediu pra Deus q não levasse sua mãe, mas disse também q o Senhor fizesse a vontade dele, mesmo que a familia sofresse, que o Senhor fizesse a vontade dele na vida dela.

Abç Graça e Paz!