Pular para o conteúdo principal

Onde Encontrar a Vara?

Pergunta interessante!
No livro de números capítulo 16 lemos sobre a revolta de Corá e seus companheiros contra a liderança de Moisés e Arão. Deus julga a causa mas ainda restam murmuradores contra a liderança e Deus novamente ordena a Moisés que se apresente diante dele na “tenda do encontro”.
Ele ordena que cada um dos chefes das tribos de Israel apresente uma vara com seu nome escrito para serem depositadas em frente da arca da aliança no lugar Santíssimo. Aconteceria que a vara que florescesse indicaria (pelo nome escrito nela) o escolhido por Deus para liderar junto com Moisés.
Conforme estabelecido as varas foram dispostas na frente da arca e no dia seguinte Moisés entrou na tenda e viu que a vara de Arão, que representava a tribo de Levi, tinha brotado, produzindo botões e flores, além de amêndoas maduras.
Depois de esclarecidos os fatos aos Israelitas, Deus ordenou a Moisés que a vara fosse devolvida para a arca a fim de servir como advertência aos rebeldes e por fim às queixas deles contra Deus para não morrerem.
Dentro da arca da aliança estavam depositados alem da vara outros objetos como as tábuas do pacto (os dez mandamentos) e o vaso de ouro que continha o maná.
Cada objeto fazia referência à aliança de Deus para com seu povo e olhar para eles era uma forma de trazer à lembrança todas essas coisas.
Então, onde encontrar a vara?
Na arca da aliança! Onde Deus manifesta a sua presença.
Asafe diz no salmo 73 (2-16) que ele estava aflito. Olhava para todos os lados e via a prosperidade dos ímpios e não conseguia entender porque eles prosperavam enquanto ele era abatido mesmo sendo um servo do Senhor. Ele começou a desejar o que os ímpios tinham. Aquela aflição o impulsionou a entrar no templo e ao entrar seu pensamento mudou (17).
Toda aquela aflição certamente havia se dissipado com a lembrança da aliança de Deus para com os seus. Basta continuar lendo o salmo para entender isso (18 a seguir).
Ele se volta para a aliança de Deus e lembra dos benefícios recebidos e das promessas do Senhor para com os seus.
Que coisa maravilhosa é quando conseguimos entrar no lugar santíssimo onde o Senhor manifesta sua presença e podemos contemplar sua aliança inquebrável. Podemos alimentar nossa lembrança com aquilo que pode nos dar esperança.
Certamente você e eu podemos encontrar essas lembranças.
Quando nos falta o sono no meio da noite, podemos fazer como o salmista no salmo 77:6 “De noite lembro-me do meu cântico; consulto com o meu coração, e examino o meu espírito”.
E essas lembranças, renovarão nossa esperança!

Comentários

AICFA disse…
Apaz do Senhor Amada irmã em Cristo.
Nos dias de hoje,ainda nos deparamos com pessoas que se dizem estar com Deus, mas que ainda repetem a mesma pergunta; Porque que meu vizinho sendo ele impio prospera e eu que estou fazendo a vontade do Senhor vivo nesta situação precaria? É tempo mesmo de voltar-se para a palavra, e como disse a irmã relembrarmos tudo o quanto o Senhor Jesus fez e ainda fará em nossas vidas, pois a prosperidade do impio terá fim, mas a promessa de Jesus é de uma vida eterna ao que vencer...

Parabens por estas Lindas palavras.
AICFA disse…
É isto que a igreja precsa renovar as esperaças pois muitos estão preocupados com a prosperidade do impio, e esquecendo-se do dono da prosperidade que é o Senhor Jesus Cristo o consumador de tudo...

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…