quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Outra Vez no Ônibus

Pois é, fazer o quê, né? De novo na dependência de um ônibus coletivo, o jeito é procurar uma saída.
E falando em saída, já notou como é difícil alcançar as portas de saída do ônibus?
Se você utiliza esse meio de transporte sabe do que estou falando.
A entrada é pela frente (na maioria dos casos) e a saída pelas portas do fundo ou do meio.
Acontece o seguinte: ao entrar, muitos passageiros se aglomeram logo após a catraca (roleta) que é o lugar mais fácil para se acomodar e isso gera um transtorno para os próximos passageiros.
Durante o percurso é preciso se esforçar para alcançar a saída e se livrar do aglomerado de pessoas.
A surpresa é que vencido o tumulto, é possível encontrar lugar de sobra para se acomodar logo mais atrás no ônibus.
Essa situação é bem semelhante à maneira como encaramos a vida.
Muitos preferem se acomodar na sua superficialidade enquanto os que querem viver de uma maneira mais profunda e intensa precisam se esforçar muito mais.
Que em 2011 eu e você tomemos a firme decisão de avançar sempre e nunca acomodar!

Nenhum comentário: