Pular para o conteúdo principal

Seja Moderado!

O que você escolheria?
Viver em uma cidade atormentada por demônios ou numa cidade que tenha sofrido alguns prejuízos financeiros, mas que, no entanto tenha sido totalmente liberta de opressões?
Ou ainda adorar uma estátua totalmente quebrada que não pode te livrar de doenças e maldições ou seguir um Deus que livra não somente das doenças físicas como também as doenças espirituais?
São perguntas fáceis de responder não é?
Eu não pensaria duas vezes para responder que escolheria uma cidade totalmente livre de opressões mesmo que nela eu tenha perdas financeiras e adoro a Deus que vive e reina para sempre e tem todo o poder para salvar e curar.
Porém essa não foi a escolha dos filisteus quando tiveram que decidir.
Eles roubaram a arca do Senhor de Israel. Levaram a arca para o templo do deus Dagom. A estátua se quebrou diante da arca. Os filisteus ergueram novamente seu deus, mas novamente a estátua se quebrou. Por onde a arca passava havia tumores e pragas para repreendê-los. Eles então entraram num consenso de que o que estava acontecendo era por conta de que a mão do Deus de Israel estava pesando sobre eles e então tomaram uma decisão.
Arrependeram-se?
Voltaram-se para o Deus de Israel que se manifesta na defesa de seu povo?
Rejeitaram o deus Dagom que não podia se defender e aos seus seguidores?
Não! A decisão deles foi mandar de volta para Israel a arca que significava a presença de Deus.
Expulsaram a presença de Deus do meio deles quando poderiam ter escolhido servir o Deus vivo que se manifesta com mão forte, que cuida de seus filhos. Que repreende aqueles a quem ama.
Semelhante decisão está descrita nos evangelhos quando Jesus visitou a terra dos gadarenos.
Aquela cidade era assolada por demônios, mas surge a oportunidade de ser totalmente liberta quando Jesus chega. Ele encontra com um daqueles endemoniados e o liberta. Os demônios não satisfeitos com a expulsão pedem que possuam os porcos a que Jesus permite. Os porcos precipitam-se de um despenhadeiro no lago, e afogam-se.
Todo esse acontecimento causa espanto nos gadarenos. Eles vêem aqueles homens que haviam por muito tempo sido possuídos por demônios agora vestidos e em pleno juízo, porém a perda dos porcos parece ter causado maior impacto. Imagino que eles tenham analisado: Já pensou se cada um dos endemoniados dessa cidade custar uma manada de porcos? Onde vamos parar com tanto prejuízo?
Não percebo nesse relato em nenhum momento uma alegria por ver a libertação de um possesso. A meu ver estavam acostumados com as opressões.
Toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor rogou a Jesus que se retirassem deles porque estavam possuídos de grande temor.
Caro leitor, nesse mês de dezembro onde muitas decisões deverão ser feitas a fim de que iniciemos um ano com mudanças; e esperamos sempre pelo melhor, sejamos moderados em nossas decisões!
Que Deus nos ajude a reconhecê-lo em todo o tempo.
Tenhamos o entendimento para escolher a benção e rejeitar a maldição.
Ótimo dia para você!

Comentários

Anônimo disse…
Mais uma bela reflexão cunhada!!

Realmente, ainda hoje observamos pessoas que para não perderem o "financeiro ou status ou posição na sociedade", ainda preferem abrir mão do nome de Jesus e seu infinito poder sobre nossas vidas!

Eu escolho permanecer na presença de Deus confiando em todo tempo em seu imensurável amor, poder e misericórdia sobre minha vida!
E a cada passo sei que ele cuida de mim e peço que ele me dê a graça e a sabedoria de ser sensível a sua voz para tomar as decisões corretas em 2010, e planejar não os meus planos mas os planos de Deus para minha vida.
Essa semana tenho meditado nesse versículo: "Contudo o justo prossegue no seu caminho e o que tem mãos puras vai crescendo em força"Jó 17:9
BOA SEMANA A TODOS E UM FINAL DE ANO ABENÇOADO COM MUITOS PROJETOS DE DEUS PARA 2010 em NOSSAS VIDAS!

Lú...
Elizeu Freitas disse…
Esta reflexão e muito importante e o que me chamou atenção foi é a parte em que foi falado que as pessoas ja haviam se acostumado com aquele homen pertubado. E quando paramos para pensar nisso quantas pessoas tem se acostumado com a vida de miseria que elas estão levando, so pelo falto de não querem abrir mão de uma manada de porcos, elas se aconstumam em viver pertubadas sem paz,alegria e amor so por que nao querem abrir mão de uma roupa, joias, festa em fim coisa que são o de menos para que uma pessoa possa ter paz. Que possamos abrir mão de quantas manadas de porcos for necessário para ficar um pouquinho mais perto de Deus
André Rodrigues disse…
Paz do Senhor!
Éh, veja como a presença do Senhor impacta: nem uma estátua de barro, ou seja lá do que for, conseguiu ficar de pé na presença de Deus! A ainda, uma nação rebelde e convencida pelo pecado, não conseguiu permanecer com a glória do Senhor... Como comentou o irmão Elizeu, pessoas têm trocado a gloriosa Presença do Senhor por apenas umas 'manadas de porcos'. E o fim deles será uma porcaria que só vendo...!

Fik na Paz do Senhor!!!
Dc Gilmarcio disse…
É irmã Daphnne mais uma vez voce teve uma bela reflexão , e como os comentaristas já tem dito algumas pessoas escolhem seu comodismo ,e os seus porcos, ao invés de se entregar totalmente a Deus.
E muitos no nosso meio até ve a presença de Deus mas nao consegue sentir nada.
Como os endemoniados de Gadareno, eles viram alguns serem libertos mais nao sentiram a presença de Deus e preferiram ficar no comodismo que já estavam acostumados, mais que possamos fazer essa escolha que voce referiu de estar com a presença e o poder de Deus na nossa vida . Amén , tenha uma otima semana...
Miriam disse…
Oi, muito oportuna essa reflexão. Se dezembro é o mês dos projetos e metas, é bom também termos segunça e disposição de deixarmos Dagons serem expulsos. É bom que Jesus entre no cemitério de 2009 e trate do gadareno que está lá. Onde Jesus tem liberdade há rebuliço, mudanças... porém tem VITÒRIAS!!!Feliz 2010 a todos, Miriam
Josilene disse…
Amém!!! Ótima reflexão!!!
Que realmente sejamos sensíveis ao direcionar de Deus e que possamos ser sim "moderados em nossas decisões" para que em 2010 as mais ricas benção possam ser derramadas sobre nossas vidas, que as melhores decisões sejam tomadas e que tenhamos muuuitas vitórias...estamos esperando por isso!!!kkkk
Abraços

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…