quinta-feira, 23 de julho de 2009

Reflita

Quantas pessoas você seria capaz de descrever nos mínimos detalhes?
Seria grande este número de pessoas?
Vamos facilitar as coisas...
Seus pais poderiam ser descritos por você com uma riqueza de detalhes e conhecimento que tem deles? Seus irmãos? Seu melhor amigo?
Tudo bem. Concordo que são muitas perguntas complexas que estou fazendo.
Sabe, acredito que você possa descrevê-los com muita facilidade e se fizer isso surpreenderá cada um deles porque saberá dizer pelo menos uma característica de que eles nem se dão conta que a possui.
É incrível como conseguimos fazer essa descrição em relação aos outros.
Tenho refletido muito sobre uma pergunta presente em entrevistas de seleção da área de recursos humanos.
Eles parecem fazer essa pergunta muito simples de responder.
“Quem é você? Descreva-me quem você é!”
Você já ouviu essa pergunta em entrevista de seleção?
Parece simples não é?
Duvido muito que você nunca tenha ficado sem argumento diante dessa pergunta. Pelo menos nos primeiros três segundos você consegue dizer apenas: bem... é... eu?... bom…
Não é assim?
Mas não se preocupe.
Não estou aqui para te avaliar. Porém, gostaria de deixar algumas perguntas no ar.
Quem é você por sua própria ótica? Quais são as características que lhe fazem ser uma pessoa especial? Quais são seus medos e defeitos? Quais são seus sonhos e valores?
Ao final dessas análises certamente descobrirá que vale muito mais do que imagina. Encontrará muito mais valores que defeitos.
Portanto valorize-se! Vença os medos e viva melhor!

2 comentários:

Anônimo disse...

Hum!!! reflexiva hem garotinha?! Responderei a mim mesma as questões e assim que o fizer retornarei a deixar o meu comentário. No entanto, no presente momento posso dizer que fazer uma auto-avaliação é algo que muitos de nós não costumamos fazer, creio que seja mais complexo que avaliar alguém (coisa que fazemos com maior tranquilidade e corriqueiramente... rsrsrs). Mas realmente é necessário e importante nos avaliarmos de tempo em tempo... então me aguarde.
Bjs lindinha.Titia Dé

Josilene disse...

Olá! Nossa...profundo essa reflexão hein?! Bem, gostaría de concordar com a Débora: É muito mais fácil avaliar as outras pessoas! Não que seja difícil saber ao certo quem realmente somos. O problema é que provavelmente através desta resposta, saberemos o porque de muitas outras coisas, como por exemplo:Por não ser ousado em determinadas situações? Porque não arriscar? Porque não sonhar mais e mais alto? Porque não ir além dos limites impostos pela sociedade? Porque isso, porque aquilo?, etc.É definitivamente é mais confortável ficar sem a resposta, do que fazê-la e se surpreender com a resposta!

Abraços