segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Vento do Espírito




Ontem me veio a lembrança os meus dias de criança quando brincavamos no vento.

Não podíamos ver mas era uma delícia sentí-lo...

corríamos atras das folhas que ele levava...

deixávamos nossos cabelos soltos ao vento...

Era um enorme prazer.

Para os meninos o vento indicava um bom momento para "soltar pipa" então logo eles arrumavam o material para fabricar as suas pipas.

Nos não sabíamos de onde vinha o vento ou para onde ele ia, mas sentíamos sua manifestação e não perdíamos a oportunidade de aproveitá-lo.

Era um evento fantástico ver as pipas dançando no alto nos embalos do vento.

Como criança livre nos seus pensamentos desejávamos poder voar e dançar no alto assim como as pipas, ah! Bons tempos...

Hoje continuo vendo pipas bailando nos ares e crianças fascinadas a olhar mas, meus pensamentos me levaram para a passagem onde Jesus conversava com Nicodemos.

Este homem quis saber mais sobre o mestre. Jesus responde as suas perguntas não expressadas e no meio de seu diálogo com Nicodemos Jesus diz: "o vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito." Jo 3:8

Creio que você, assim como eu, deseja ser guiado pelo Espírito de Deus e andar no centro de sua vontade, não é?

Sabe onde erramos?

Erramos em querer saber de onde vem e para onde vai e porque questionamos, muitas vezes não o seguimos.

Nós não saberemos de onde vem e nem sequer para onde vai mas se quisermos seguir sua direção será preciso nos lançarmos em sua manifestação e simplesmente nos entregar a Ele.

Seremos levados para onde Ele quiser, quando quiser e da maneira que quiser e certamente seremos muito felizes...

"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor."Is 55:8

Entre no vento do Espírito de Deus e deixe ser conduzido por ele.

Boa semana!

2 comentários:

Josilene disse...

Sim...eu quero ser guiada pelo Espírito de Deus e andar no centro de Sua vontade. Este tem sido o meu clamor dia-a-dia, e apesar da ansiedade que naturalmente sentimos, já faz algum tempo que tenho tentado não questionar sobre "de onde vem e para onde vai o vento" e tenho somente buscado segui-lo. Mas, quando fazemos isso, precisamos tomar uma atitude que é ligeiramnte complicada para nós "seres humanos": Abrir mão de nós mesmos! Isso mesmo, deixar de lado nosso querer, nossas ações e apenas ser levados!!!

Abraços

Débora Polycarpo disse...

Hj eu quero muito ser levado por este vento... sopra em mim vento do Espírito, contigo eu qro ir...
bjs