Pular para o conteúdo principal

Habilidade para Elaborar Projetos

Olá,
Tudo bem com você?
Que bom que após um feriado prolongado posso ter sua visita em meu blog.
Estava pensando nesses dias de folga sobre a habilidade elaborar projetos.
Passei quatro anos estudando na Universidade Federal de Uberlândia a fim de aprender elaborar projetos de interiores e mobiliário. Fui aluna de bons profissionais que se graduaram, fizeram mestrado, alguns alcançaram o doutorado na sua área de conhecimento a saber Arquitetura, História da Arte, Design de Produto e outras mais.
Ao concluir o curso percebo que tenho uma longa caminhada de aprendizado para alcançar uma vantajosa habilidade na elaboração de projetos, não que não tenha aprendido muito, mas, ainda há muito que aprender.
Vejo por exemplo a que nível chegou Oscar Niemeyer no conhecimento e habilidade de elaborar projetos. Este homem desafiou a arquitetura, ousou em suas obras e definitivamente marcou a história. É impossível não notá-lo! Todos querem ter uma obra de sua autoria edificada em suas cidades.
Uberlândia não está atrás. Desde 1997 sonhamos ver concluído o Teatro Municipal de Uberlândia projeto por Oscar Niemeyer. Possivelmente neste ano teremos a conclusão total dessa construção.
Agora, depois de toda essa história, quero voltar no tempo onde uma construção foi anunciada.
Quarenta dias foram necessários para que o autor do projeto anunciasse suas intenções. Ele queria fazer uma habitação no deserto, cópia de sua habitação real. O rei queria proximidade com seu povo, portanto no meio deles faria sua habitação. Moisés recebeu a responsabilidade de executar o projeto tal como o modelo anunciado. Não havia um arquiteto no padrão de Oscar Niemeyer no meio do deserto, quem então foi o responsável pela elaboração do projeto?
Era aqui que eu queria chegar...
Para um projeto tão extraordinário como o Tabernáculo, era necessário uma capacitação divina. O nome dele era Bezalel. Disse o Senhor a Moisés: “Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor, Para elaborar projetos, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre, E em lapidar pedras para engastar, e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor. E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, o filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis, para que façam tudo o que te tenho ordenado”.
Você acha que Deus entregaria seu projeto nas mãos de alguém pouco capacitado? Você acredita mesmo que faltaria alguém para a execução de seu plano?
Porque será que Deus lhe chamou se você não tem capacidade? Acredita mesmo que não tem capacidade?
Quando Deus elabora um projeto ele sabe a quem liberar sabedoria e inteligência, entendimento e ciência.
Se ele chamou a mim, sabe que não sou nada sem ele, mas que nEle posso todas as coisas, assim é também com você!
Se temos falta de sabedoria podemos pedir e Ele nos dará. É o que está escrito em Tiago cap. 1 verso 5: E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.
Se alcançará um nível de conhecimento como Niemeyer? Deus o sabe!

Agora, é certo que pelo Espírito de Deus poderá alcançar todo o conhecimento necessário para desenvolver o projeto estabelecido por Ele em sua vida!

- Tenha um bom dia! -

Comentários

Josilene disse…
Pois é...é bom lembrarmos que se Deus nos chamou Ele também nos capacitará...afinal, creio que todos fazemos parte do projeto de Deus para nossas vidas, famílias e também igreja.
É muito bom saber que embora sejamos humanamente limitados, temos um Deus que sabe quais são nossas habilidades e as usa no momento certo...para o projeto certo!

Abraços
Miriam disse…
Querida "irmazinha", esse artigo me fez lembrar o "batido" ditado:(Deus não escolhe os capacitados, porém capacita os escolhidos). Tenho experenciado o Espirito-Santo me capacitando em diversas situações.E o mais importante é estarmos dispostos e prontos para esse visitar do Espírito de Deus.Te amo, Miriam

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…