Pular para o conteúdo principal

Fim de semana em Sampa (fotos abaixo)

Finalmente em casa! Ufa... 4h da madruga e muito sono no serviço, mas, nenhum arrependimento. Fim de semana em Sampa foi bom D+.
Primeiro um Pit Stop em Leme na casa dos queridos Presbítero José Antônio e irmã Ionara; muito abrigada mais uma vez, na casa de vocês me sinto à vontade.
Sábado pela manhã de volta na estrada rumo a Barueri... Um dia abençoado nos esperava.
Agradeço a Deus por este encontro Metropolitano que Deus tem usado para renovar as forças da igreja.
Parabéns aos que estão na direção deste trabalho (Pr. Jefferson, Pr. José Sabino, Pb. José Antônio, Pr. Ronaldo...).
O Pr. Ronaldo e eu tivemos a graça de Deus para ministrar a palavra nesse último encontro de 2008.

Que todos os jovens que se consagraram no altar sejam fortes evangelistas e se renovem a cada dia. Que seus sonhos se realizem no Senhor!
Foi tudo muito bom sem sombra de dúvida.
Depois do culto... Direto para São Paulo, Vila Bonilha e um fogão para conduzir kkkk. Como prometido em novembro, preparei um macarrão na casa do Pr. José Sabino. Foi festa pura estar ali com essa família amiga!
Domingo pela manhã dia de fazer algumas visitas...
Que bom poder rever o pr. Antônio Sabino e sua família, minha amiga Márcia e sua família e a família Duarte... que manhã agradável!
Passamos a tarde na estrada. Paramos de novo em Leme e mais uma vez fomos recebidos com muito carinho, Deus vos abençoe muito! Além do culto abeçoado, pude rever o Pr. Claudio Nacarate, sua família e igreja que são muito especiais,
pena que ainda tínhamos que pegar a estrada, pois afinal... Hoje é segunda!
Graças a Deus fomos e voltamos em paz, sem perigos na estrada, guardados por nosso pai querido e agradecidos por mais uma vez provar da fidelidade de Deus.
Valeu mais uma vez viajar com vocês Jefferson, Gilsinho e Lucimeire!






Comentários

Ester disse…
Já fiquei sabendo das bençãos dessa viagem, só faltou eu! rs... As fotos estão lindas!
Vcs são especiais e mui amados,
Bjs nossos,

Ester e Estevão.
Josilene disse…
É isso aí missionária! Foi muito bom rever cada um de vocês neste Desafio Metropolitano que por sinal foi benção pura! Cada hino cada ministração agiu de maneira especial em minha vida. Em se tratando do macarrão...kkkk, então as portas da minha cozinha estarão sempre abertas ok?!rsrsrs
Que Deus continue te abençoando e te usando cada vez mais em Sua obra.

Abraços
Josi
Anônimo disse…
Ei... amada! que bom mesmo foi esse final de semana! Uma benção!
Foi ótimo estarmos juntas novamente.
Que o Senhor continue a nos abençoar e lhe dar graça para ministrar palavras como as que ele tem lhe dado para abençoar nossas vidas!
bjim
Lú...

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…