segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Que dia? Hoje ou Amanhã?

Tempo. Já parou para pensar sobre o assunto? Já teve a curiosidade de buscar no dicionário a definição desta palavra? Eu tive.
Tempo é algo que me atrai a atenção. Fiquei surpresa ao abrir o dicionário e encontrar uma das maiores descrições do significado de uma palavra. Escolhi apenas duas para refletir um pouco: 1. Medida de duração dos seres sujeitos à mudança da sua substância. 2. A existência humana considerada no curso dos anos. Aí está! Gostei! Medida de duração.
Costumamos marcar o tempo. Contamos anos, meses, semanas, dias, horas, minutos e segundos e ainda não é tudo. Temos ao nascer uma expectativa de vida, ou seja, uma média de anos que se espera viver. Aliás, recentemente a expectativa de vida do brasileiro aumentou e influenciou mudanças significativas na previdência social. O brasileiro passou a ter uma expectativa de vida de 74,9 anos o que corresponde a 74 anos, 10 meses e 24 dias.
Percebemos o tempo de maneira diferente isso porque alguns fatores influenciam nossa percepção: fatores biológicos, psicológicos e sociais.
Exemplo disso? Uma mulher que está prestes a dar a luz encara o tempo muito diferente da maneira como uma mulher que ainda não teve a sua primeira gravidez. Uma mulher que está com o casamento marcado com uma agenda super apertada encara o tempo muito diferente de uma adolescente que ainda não vive o seu grande amor. Um pai de família desempregado encara o tempo muito diferente do que um executivo de sucesso e por aí vai. 
Vemos na bíblia sagrada alguns exemplos práticos da forma como cada indivíduo percebe o tempo. Uma das passagens referente a este assunto que mais me impressiona está em Êxodo capitulo 8.
Certamente você já leu esta história: As 10 pragas do Egito. Na segunda praga (a das rãs), Faraó chama Moisés para que ele rogue a Deus a fim de que ele dê fim à praga. Moisés pergunta à Faraó quando ele queria que a praga sessasse. O que ele responde? Você se lembra? Agora? Imediatamente? Já? ... NÃO! Ele responde: AMANHÃ! 
Como assim? Ele tinha a oportunidade de pedir a Deus que fizesse a praga sessar a qualquer instante e deixa para amanhã? Algo te parece familiar? 
Quando Jesus vai visitar Marta e Maria após a morte de Lázaro (Jesus encarava o tempo de forma muito diferente ao ponto de ir visitar seu amigo depois que ele já estava morto a 4 dias...) Jesus exorta Marta a crer na ressurreição e ela diz crer que no último dia Lázaro ressuscitaria. Quando? No último dia. Jesus diz para Marta, se tu creres HOJE verá a glória de Deus. Percepções do tempo diferentes! (João cap. 11).
Jesus conversando com a mulher samaritana no poço de Jacó fala a respeito do culto a Deus. A mulher samaritana diz que acreditava que o messias viria e que quando ele viesse ele ensinaria todas as coisas. Qualquer dia. Um dia indeterminado. E... O messias estava ali diante dela! Jesus então fala: A hora já chegou e é AGORA! (João cap. 4). 
Nós podemos viver hoje o que Deus tem reservado para nós. Podemos viver exatamente o propósito de Deus para nossas vidas HOJE, AGORA se decidirmos viver para Ele e submissos à sua vontade! Porém, infelizmente, convivemos com a síndrome de Faraó, deixamos para tomarmos essa decisão tão importante AMANHÃ. Talvez a expectativa de vida nos deixa muito relaxados, despercebidos... 
Mas, o amanhã não nos pertence. Podemos determinar como vivemos HOJE. O que faremos a respeito disso?

Nenhum comentário: