sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Reflexão

Ontem quando me deitei para dormir, ok já era hoje, fiquei pensando em José. 
Meu Deus do céu, eu não consigo entender como este homem conseguiu vencer os desafios da vida.
Já escrevi, preguei e palestrei sobre ele muitas vezes. Eu imagino como foi, mas, e na prática? Como foi viver tudo aquilo?
Primeiro ser lançado no poço por seus irmãos. Como ver os de seu sangue lhe tratar com total desprezo e frieza? Como ver diante de seus olhos a sede por sua morte?
Depois ser vendido como escravo. Ser levado para uma terra estranha...
O que me surpreende é que por onde José passava, em meio a sua tribulação, prosperava em tudo que realizava.
O Senhor era com ele, ok! Isto é o suficiente para compreender sua prosperidade. É verdade, mas...
Eu penso comigo, como pode alguém ser próspero vivendo em dias de aflição? Como? Como José conseguiu manter seu coração em paz e se dispor a realizar TUDO dando o seu melhor?
A aflição e até mesmo a esperança demorada (Pv 13:12) entristece o coração. 
O poço, a escravidão, a prisão e então o governo... E em tudo que fez, José prosperou. Passado os anos de espera pela promessa, a aflição, a decepção...
A bíblia menciona que José neste processo chegou a esquecer dos sonhos que havia sonhado. (Ge 42:9) Mesmo assim, José foi próspero.
Hoje se fala muito do “evangelho da prosperidade”. Igrejas que tomando ocasião do evangelho pregam um enriquecimento financeiro.
Prosperidade não é apenas bem aventurança financeira, mas tudo que se têm bom êxito. 
Desta maneira, posso entender que José era feliz na saúde, na sua vida social, na sua atividade profissional...  Até que veio o cumprimento da promessa de Deus sobre sua vida e sabemos aonde ele chegou.
O tempo é um grande fator de prova. Enquanto pensava em José, com a cabeça recostada no travesseiro, pensava em como eu posso aprender com José. É uma lição difícil, desafiadora até demais. Porém, ele conseguiu e deixou seu exemplo.
Como? Como? Como!!!! O Senhor estava com ele.
Eu sei que o Senhor está comigo. Sou inteiramente dependente dele! Confio em seu propósito para minha vida! 
Ah sim, se posso afirmar algo com muita convicção é que tenho certeza do seu propósito! Então, que venha a prosperidade sobre mim! Na saúde, na vida social, na profissão, no ministério...
Ok, vou dizer: que venha sobre nós, amém!

Um comentário:

André Rodrigues disse...

Costumo pensar que, em algum lugar, em algum momento, a resposta das orações existem. Hoje não vejo, hoje não sinto, mas existe... Em algum lugar!
Tenho pensado sobre Moisés. Se me lembro bem, Moisés era 'louco' pela Terra Prometida. Mas o tempo passou e ele observou que melhor é viver com o dono da terra, a possuir a herança terrena e passageira. Não entrou lá, mas foi morar para sempre com o Senhor!

Se eu nunca chegar lá, e não obtiver resposta às minhas orações, ao menos saberei que estarei guardado eternamente pelas mãos do Todo Poderoso.

Abraços,

André Rodrigues.