quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Uma observação sobre "Túneis"

Um dia destes eu e minha família falávamos assentados à mesa sobre a expressão: “luz no fim do túnel”.
Naquela ocasião surgiu uma pergunta: Onde é melhor ver a luz – no começo ou no fim do túnel?
Claro que se tratava de um momento descontraído e a resposta não tinha tanto objetivo assim.
Eu respondi que era no final a melhor opção, meu irmão preferiu sair fora das opções da pergunta e respondeu que preferia o túnel todo iluminado. E os outros ficaram analisando a pergunta sem ter uma resposta de imediato.
Ok, talvez isso não lhe interesse, mas não tenho dúvidas de que você já tenha dito por muitas vezes que gostaria de ver uma “luz no fim do túnel”.
Com certeza em alguns momentos a trajetória de sua vida assim como da minha, assemelha-se a uma passagem subterrânea com curvas escuras, mal iluminadas.
Não temos o domínio do amanhã e não sabemos o que nos reserva o futuro e isso nos faz sentir impotente.
Tudo isso acontece a todos, pois não temos o poder sobre nossa vida, também não temos o conhecimento de todas as coisas e não podemos estar presentes em todos os lugares.
Apesar disso podemos nos alegrar com o fato de que o “engenheiro” responsável pelo túnel certamente planejou uma saída e numa próxima curva você avistará uma luz que estará indicando que a saída da túnel está bem próxima.
Se há luz no começo, não quer dizer que não haja um túnel, mas havendo túnel podemos esperar pela luz no seu fim.
Voltemos então à resposta do meu irmão. Um túnel iluminado é totalmente possível. A engenharia se encarrega de oferecer ao usuário uma boa iluminação para que a passagem subterrânea se torne menos desconfortável e perigoso.
Assim também Deus nos assegura sua luz para que nessa passagem da vida não nos sintamos sozinhos, inseguros e assombrados. Esse maravilhoso “engenheiro” conhece bem os túneis e certamente programou uma boa e oportuna saída para todos eles.
Sendo assim, no começo ou no percurso ou no fim, túnel será sempre uma passagem o que quer dizer que não ficaremos por muito tempo nesse trajeto. Chegará o fim e de novo estaremos sob a luz do sol, veremos o céu e todo seu resplendor, veremos as árvores e rochedos sob o cuidado e amor de um Deus sobrenatural, unipotente, uniciente e unipresente.
A saída está lá com toda sua luz esperando que você conclua seu trajeto.
“Lâmpada para meus pés é tua palavra, e luz para meu caminho”. Salmo 119:105

5 comentários:

Fernanda disse...

Deus lhe abençoe irmã Daphnne pela sua reflexão, ela veio em momento oportuno.

Abraços de sua amiga Fernanda Lourenço.

Anônimo disse...

Amém,maravilhosa a forma que vc expressou esse dito tão popular...e saiba que Deus falou comigo por meio dessas palavras,confesso que estou passando nesse momento por um túnel,mas como vc disse,logo vou sair dele e verei o Sol brilhar novamente em minha direção.
Deus te abençoe!
Priscila-terceira recanto

Anônimo disse...

Ahhh! querida Cunhada!

Estava aqui lembrando desse momento e eu fui uma que fiquei analisando sem resposta!
Mas hoje em específico, penso que existem pessoas que estão no túnel mas jamais verão a luz que o nosso "engenheiro criador" tem para nos proporcionar...
Eis a questão... será que é possível?
Eles preferem continuar com a escuridão e com os olhos fechados mesmo quando a LUZ ainda insiste em clarear seu trajeto, quando a luz aparece no meio do túnel, ele fecha bem os olhos para não vê-la e vivê-la.
Quando ela vem no final, eles sempre retornam para o momento mais escuro do túnel...
Você me entende?
é mais ou menos isso que tenho visto ao nosso redor, muitas pessoas vivendo dessa forma se negando a viver sob o cuidado e a luz que é Jesus mesmo estando onde ela irradia...

beijossssssss!
saudades!

Cunhada Lú...

Josilene disse...

Dou graças a Deus por saber que tenho em minha vida um engenheiro maravilhoso capaz de iluminar todos os túneis da minha vida.
Se as vezes percebemos que estes túneis estão escuros, basicamente é porque não temos o discernimento suficiente para ver a luz!
Que possamos ser sensíveis o suficiente para termos os túneis que enfrentaremos totalmente iluminados!

Abraços

Anônimo disse...

Daph, creio que a Luz no fim do túnel é o próprio Jesus, quando atravessarmos pro outro lado.
Sua glória brilha mais que o sol. Além das delícias que nem olhos viram, nem ouvidos ouviram o que Deus tem preparado para os crentes.
Escuro creio que o caminho estreito é esse em que vivemos. Ora escuro, ora parecendo que estamos sós.
Porém, só aparência, porque Ele prometeu jamais nos deixarmos, nem desampararmos.
bj. Rita.