segunda-feira, 29 de junho de 2009

Mais uma vitória

Noticiários desse inicio de semana se revezam entre comentar sobre a primeira morte por gripe A no país, repercussão da morte de Michael Jackson e a vitória do Brasil na Copa das Confederações.
Tenho que confessar que entendo muito pouco de futebol, mas como boa brasileira que sou, comemoro as vitórias do meu país. Sou uma torcedora como boa parte das mulheres do Brasil, só aparecem em época de copa. (riso)
Cá pra nós, somos do país do futebol e enquanto isso soa como vantagem, como não vibrar com nossa vitória?
Quem deve estar vibrando mesmo é o treinador Dunga junto com aqueles que fizeram bonito nos gramados.
Apesar de não poder comentar do desempenho dos jogadores, por minha falta de conhecimento, ouço muitos comentários. Muitos nomes são destacados nos noticiários, mas o que mais me surpreende são os comentários feitos a respeito do treinador da seleção brasileira.
No início das partidas ele é um na boca dos comentaristas e no final é outro.
É criticado por suas estratégias. É criticado por suas escolhas. É criticado quando perde. É criticado quando empata. Não recebe reconhecimento quando a vitória é por diferença de apenas um gol. Quando vence com diferença maior é porque o outro time não era páreo. São muitas críticas. Não é fácil seguir liderando quando as críticas são maiores que o apoio.
Hoje se vê estampados nos jornais, sites e revistas uma seleção que recebeu a liderança desse homem que “driblou” as críticas e conseguiu mais uma vez mostrar sua capacidade.
Fez com que sua equipe chegasse a conquista da Copa América (2007) e agora a conquista da Copa das Confederações. Colocou o Brasil na liderança da Copa de 2010. Jogou 45 jogos e conquistou 31 vitórias com um total de 76,3% de aproveitamento.
Um bom líder supera as opiniões alheias e mostra o resultado.
“Uma opinião todo mundo pode dar, mas os números não são uma opinião” foram as palavras do técnico Dunga.
Mais uma vez campeão!
E você? Tem conseguido superar a pressão de liderar as suas emoções? Tem conseguido superar os desafios? Tem conseguido lidar com as derrotas? Os erros cometidos no decorrer de sua vida produziram aprendizado? Suas estratégias de liderança emocional são baseadas nos comentários alheios?
A boa liderança hoje pode conduzir a vitórias amanhã. Ontem a seleção conquistou a vitória na Copa das Confederações, mas em 2010 tem uma copa a ser conquistada. Será o Brasil o vencedor?
Cada dia há um desafio a ser vencido. Cada desafio precisa ser bem liderado por cada um de nós!
Ao levantar a taça da vitória, o capitão Lúcio tinha estampado em uma camiseta as seguintes palavras: “I Love Jesus”, ao seu lado o tão elogiado Kaká confirmava a informação. Só Cristo Jesus pode nos fazer mais que vencedores!
Nesse início de semana tenha em mente: Cada dia apresentará um desafio. Lidere suas emoções. Tenha a Cristo como “líder”. Seja um vencedor!
Tenham todos uma boa semana!

3 comentários:

Anônimo disse...

é verdade a cada dia temos um desafio, e neste desafio todas as forças parece ser contrarias, mais com cristo a frente vencemos quase tudo.

não se pode ganhar todas né?

kkkk

Josemar

André Rodrigues disse...

Paz do Senhor !

Uma das coisas que me chamou atenção nesta postagem é o uso de termos que se referem à LIDERANÇA. Nos ultimos dias tenho pensado sobre o assunto, e busacdo aprender mais sobre, já que espero MUITO EM BREVE ocupar uma posição de liderança na empresa em que trabalho... E outra coisa que admirei foi seus conhecimentos em futebol; Veja notas: "(Dunga)Fez com que sua equipe chegasse a conquista da Copa América (2007) e agora a conquista da Copa das Confederações. Colocou o Brasil na liderança da Copa de 2010. Jogou 45 jogos e conquistou 31 vitórias com um total de 76,3% de aproveitamento." Parabéns, eu mesmo não sabia que o aproveitamento tinha sido de 76,3%... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Fik com Deus !

Débora Polycarpo disse...

Impressionante como você consegue, mesmo não entendendo nada, falar tão explicito assim.
Realmente não ouvir as críticas é impossível, e muitas vezes elas tem interferido sim em nossas decisões. Ser líder para ser tão simples, masexige muito mais do que mandar... Na verdade liderar não é mandar. Pra quem pena que é, não, não é... Existem muitas caracteristicas que envolvem o liderar, e uma delas é justamente o não se intimidar, o decidir seguir em frente, independente das circunstâncias.
Ser líder se si mesmo... é mais pesado ainda...
Mas uma vez Daphninha vc tirou de letra... foi profunda...
Vale a pena passar pelo seu blog sempre.
Te amo.