Pular para o conteúdo principal

Exercite sua memória...

Olá querido amigo e leitor, obrigada por aguardar pacientemente por uma nova postagem. Agradeço a vocês de diversas cidades deste meu pais e aos leitores do exterior que lêem meus textos, divulgam o blog e compartilham comigo os seus comentários e ideias. Obrigada!

















Foto (1) Goiânia Go>>>Crédito:Marco Monteiro
Foto (2) Brasília DF>>>arquivo pessoal
Foto (3) São Paulo SP>>>Crédito:Wanderlei Celestino SPTuris
Foto(4) Curitiba PR>>>arquivo pessoal
Hoje enquanto ouvia uma mensagem, fui conduzida por minhas memórias à algumas cidades do país onde já estive.
A vida sempre nos dá a oportunidade de fazer escolhas, por conseqüência para cada viagem que fazemos escolhemos o que queremos arquivar em nossa memória, ou os momentos bons ou os momentos ruins.
Comecei então por recordar de uma viagem que fiz no mês de Agosto para Goiânia.
Meu coração estava por demais ansioso naqueles dias. Eu estava sentindo um peso no coração. No meu espírito havia uma grande inquietação e muitas perguntas. Mas eu recordo bem de que antes de pegar a estrada eu orei a Deus pedindo que ele me desse a oportunidade de ser útil. Eu queria receber uma palavra naquele lugar.
Quando chegamos em segurança em Goiânia, meu coração se alegrou porque livramento na viagem Deus já havia concedido e a festa na igreja já havia começado.
Fomos muito bem recepcionados e logo no primeiro intervalo daquele encontro o pastor Geraldo Correia me deu a oportunidade para pregar. Eu fiquei perplexa, não pensava que pudesse receber aquele convite, mas confesso que não poderia recusar. Eu havia orado pedindo a Deus que queria ser útil e ali estava uma ocasião para provar que realmente queria ser útil. Deus usou de misericórdia e me deu uma palavra para compartilhar naquela tarde. Houve um mover do Espírito de Deus naquele lugar. Fui renovada no meu ânimo. Recebi uma palavra que buscava e soube que aquele peso antes da viagem não pôde frustrar o que Deus já havia preparado para mim naquele lugar. Goiânia ficou marcada em meu coração. Cada vez que minha memória volta a esta experiência me alegro e isso renova a minha certeza de que o Deus que me animou naquela circunstancia não mudou. Ele é o mesmo.
Brasília também está marcada no coração. Que bons momentos já vivenciei na capital do país. Experiências registradas na memória que hoje me fizeram renovar as minhas forças e ânimo. Que bom foi me lembrar dos cultos que já participei ali, de quantas palavras Deus me concedeu ouvir e compartilhar com cada amigo e irmão. Que bom saber que ao sair de minha cidade para uma outra cidade vou encontrar um povo que teme a Deus e busca ser fiel a Ele que são meus irmãos na fé e que juntos caminhamos seguindo a Cristo!
O que dizer de São Paulo? A grande Sampa do coração? Quantas palavras já ouvi ali? Quantas vezes fui tocada pelo Espírito de Deus?
Curitiba no Paraná? Se tornou uma segunda cidade para mim... Quantas lembranças desta cidade estão registradas na memória!
Sabe, se você pudesse começar esta semana exercitando a sua memória...
Se para cada desafio que enfrentar, poder recorrer a sua memória e se lembrar dos livramentos de Deus, de suas palavras, de suas provisões do seu amor... seu poder... Certamente sua caminhada de fé será fortalecida. Não deve ser por acaso que Deus orientou o seu povo a ter um memorial. Eu não posso acreditar que Deus ordenou que registrassem as suas maravilhas por um mero acaso. Não! Certamente não foi. Eu acredito que a recordação pode trazer no coração a fé; a esperança. Se para cada dia da semana você puder se lembrar de uma vitória que já conquistou... se para cada dia você se lembrar de momentos de alegria... a fé estará continuamente em seu coração e você estará agradando a Deus e recebendo agrado dEle.
Exercite sua memória... Faz bem para sua fé!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que aprendo com a gazela?

Convidada para pregar no culto de encerramento das atividades (2013) do grupo Dorcas (grupo de mulheres da AIDB-Uberlândia), me senti motivada a estudar a história desta personagem bíblica que inspirou o nome do grupo. Quem foi Dorcas? O que seu nome significa? Quais seus valores? Porque sua história motiva outras mulheres que trabalham na obra do Senhor?
O nome apresentado na história bíblica é Tabita e sua história é apresentada no contexto de sua morte. Estranho, não?
A narrativa se encontra no livro de Atos, cap.9 à partir do verso 36. E assim começa a descrição dos fatos: “E havia em Jope uma discípula chamada Tabita, que traduzido se diz Dorcas. Esta estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. E aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu; e, tendo-a lavado, a depositaram num quarto alto”.
Para um “leitor dinâmico” estes dois versos resume toda a história. A mulher existiu, era uma mulher de boas obras, ficou doente e morreu (ponto!). Porém estes dois versos mostram ape…

Encontre a resposta!

Palavras e imagens sempre foram objetos da minha curiosidade. Talvez esta seja a razão porque gosto de fazer palavras cruzadas, montar quebra-cabeça e resolver exercícios de lógica.  Recentemente me vi num entrave com um exercício de lógica. Quatro imagens propunham uma palavra com seis letras. A primeira imagem era de um ovo, a segunda de um bolo de aniversário, a terceira de um cachorro e a última de uma prateleira de sapatos. Fiquei por muito tempo tentando achar a lógica daquele exercício. O que tem em comum um ovo, um bolo, um cachorro e sapatos?  Tentei várias palavras e nada. Deixei o exercício de lado por algumas vezes na esperança de voltar com uma solução. ‘Quebrei a cabeça’ com aquele enigma. Estava procurando uma ligação das imagens até perceber que a lógica estava na cor e não nas imagens em si. Mudei o foco para a cor e facilmente preenchi os espaços com as letras. Interessante como fixamos os olhos no problema e deixamos de perceber a solução bem diante dos nossos olhos. Nã…

Falando sobre "Lagar"

O que Gideão fazia no lagar? Se sua resposta foi diferente de "malhando trigo" acho que não está familiarizado com a história deste homem, pois, era exatamente isso que ele estava fazendo. Mas... para que serve um lagar? Afinal de contas... onde é que se malha o trigo? Bem, não me incomodo se essas perguntas nunca lhe passaram pela cabeça. Porém, desde minha última postagem no blog tenho meditado sobre essa passagem bíblica. O lugar correto para se malhar trigo chama-se Eira que segundo o dicionário quer dizer: extensão de terreno limpo e batido, ou lajeado, onde se secam, malham, trilham e limpam cereais e legumes; Sabe porque Gideão preferiu malhar o trigo num lagar? Ele não estava disposto a perder o seu sustento para os Midianitas. Por algum tempo os midianitas consumiam todo o alimento produzido pelos israelitas. Não somente as suas plantações eram destruídas mas também o seu rebanho. Muito bem, vamos voltar ao lagar... Segundo o dicionário lagar é: tanque onde se espremem ou p…